sexta-feira, 13 de abril de 2018

TAZRIA - CONCEBER




TAZRIA - CONCEBER

Levítico: 12: 1 a 13: 59
II Re. 4: 42 a 5: 19
Mateus 8: 1 a 4

Lev.: 12: 2 - "Fala aos filhos de Israel dizendo: que uma mulher ao conceber um filho homem, será impura por sete dias."


De novo o assunto é IMPUREZA e PUREZA. O nascimento de um filho é sempre um auspício para a família, mas, existe as dores de parto, existe a malígna transferência do pecado pelas gerações e ali, está um inocente, condenado à morte pelos pecados de seus pais, coisa que ninguém poderia imaginar vendo um recém nascido aparentemente tão puro e indefeso, mas, dentro de si, a contaminação do pecado já está nele.

Na Parashat Tazria, também há toda a longa instrução acerca da Lepra. Doença Degenerativa (quem está infectado aos poucos será consumido por este mal, ele vai se alastrar pelo corpo até à morte); é altamente contagioso e é INCURÁVEL.

Exatamente como a Lepra é, é O PECADO. Não há solução para O Pecado. O Pecado requer seu salário: A MORTE!

Deus advertiu o primeiro homem, que no dia que ele pecasse contra O Eterno, certamente morreria "morrendo morrereis". O primeiro homem viveu por séculos, mas, contaminado pelo pecado, a Eternidade que foi posta nele, foi se esvaindo, esvaindo até que ele morreu, no entanto contaminou todos os outros seres humanos deste mundo com o pecado, e por isso, todos (cada vez mais cedo), estamos destinados a esta punição.

O Pecado como a Lepra, é altamente contagioso. Quando andamos com alguém que vive na prática do pecado, em pouco tempo consideraremos aquelas práticas comuns, e se não o influenciarmos para a vida, seremos influenciados para a morte. O Puro, pode purificar o impuro? NÃO! E o impuro, pode contaminar o puro? SIM! (Deus manda Ageu - Hagai, fazer estas perguntas aos sacerdotes e obtém estas respostas - Ag. 2: 11 a 14).

O Pecado é degenerativo - Assim como o fermento, um pouco de pecado em nossa vida, se não extirpado vai levedar toda a massa. 

DA IMPUREZA PARA A PUREZA.

Não há coisa mais linda no mundo que o amor de um homem e uma mulher, que vivem debaixo do temor do Eterno, que vão viver a bênção de Deus dada a Abraão. Imaginem a alegria e beleza do nascimento do filho primogênito, tudo tão lindo, tão puro?! NÃO! INFELIZMENTE NÃO!!! O PECADO ESTÁ LÁ!

Pode parecer preconceituoso contra a mulher a declaração de estar impura, mas, O PECADO, A REBELDIA, O DAR AS COSTAS A DEUS, foi o que contaminou a nossa vida, e marcou para sempre a nossa descendência.

Ali está um ser amado pelos pais, totalmente dependente. Totalmente incapaz de se defender sozinho, ou de algo mal... Uma criancinha... Pois se esta criança não for educada, disciplinada, exortada, encaminhada pela Palavra a um encontro pessoal com O Nosso Deus... Por mais que seja lindo e amado pelos pais, esta criança crescerá e se transformará num ser humano cheio de defeitos, de maldade, de mágoas e de dores e cheio, cheio de pecados e o fim será a Morte Eterna...

Pois durante sete dias a mulher ficará impura, assim como durante sete dias O Eterno ordenou que ninguém em Israel comesse fermento. Depois no oitavo dia a criança seria circuncidada fazendo assim uma Aliança com Deus por toda a sua vida.

A Aliança com Deus não impede das pessoas pecarem, das pessoas se contaminarem com O Pecado, esta praga está na natureza humana, mas, permite que o homem possa ter em Deus, a quem ele dá as costas a cada vez que peca, solução para este mal. 

O Eterno, como Avraham (Abraão) disse a Yitzhac (Isaque), Deus preparará para Si O Seu Cordeiro. Pois Yeshua, se fez Pecado por nós. Ele se fez leproso, se fez maldito, se fez enfermo, para que sobre nós nos viesse a PURIFICAÇÃO, AS BÊNÇÃOS, A CURA, O PERDÃO, A JUSTIFICAÇÃO, A SANTIFICAÇÃO E A VIDA... VIDA ETERNA!

"QUEM PODE LIVRAR COMO O ETERNO?"

Alguém feminista talvez ache pesado dizer que a Mulher ficará impura, por tantos dias... Mas, a verdade não é o melhor? Saber que estamos afastados de Deus por nossos pecados, não nos permite buscar PURIFICAÇÃO e então sermos aceitos?

O árduo trabalho dos Sacerdotes em examinar as roupas, o corpo, a casa, as cobertas de alguém por conta da Lepra, torna bem diferente a visão do Sacerdócio, que é alguém que é honrado pela posição de destaque que obteve diante de Deus, à vista de toda a nação.

Longe disso! Os Sacerdotes se contaminavam por causa dos pecados das pessoas, e conforme toda a Torah mostra, depois de realizarem determinados sacrifícios (primeiro por eles mesmos, e depois pelas pessoas e pela nação), muitas vezes se tornavam impuros, e havia tantos ritos também para a sua Purificação. Pois o trabalho de qualquer sacerdote... E LEMBREMOS QUE SOMOS UM REINO DE SACERDOTES... o trabalho de qualquer sacerdote é com a ESCÓRIA DO MUNDO... COM O PECADO E SUAS CONSEQUÊNCIAS... 

Por conta disto, diz a Palavra em Zacarias, que o Sumo Sacerdote estava com as vestes sujas, e HASATAN (Satanás), se lhe opunha. Até que veio a ordem para que vestes novas e turbante novo fossem colocados sobre O Sacerdote. "Este é um tição tirado do fogo", foi como O Anjo do Eterno disse ao se referir ao Sacerdote. Não há beleza em lidar com O Pecado! A Beleza está na obra PURIFICADORA, que só O ETERNO pode nos dar, quando de IMPUROS, ELE NOS FEZ PUROS, não por algum rito, mas, para o que todos aqueles ritos apontavam: PARA O NOSSO GLORIOSO MASHIACH! AQUELE QUE MORREU, SEM PECADOS, PARA QUE NESTA INJUSTIÇA, A JUSTIÇA (QUE NOS ERA DEVIDA) DA MORTE, NÃO MAIS CAISSE SOBRE NÓS...

Se o homem morrendo morreria.
Hoje vivendo (O MASHIACH em nós) viverá!

A morte não tem mais domínio sobre nós. Se com Ele morremos, como Ele seremos ressuscitados! BENDITO SEJA O NOSSO DEUS ETERNAMENTE!!!!

Uma das histórias mais lindas da Bíblia relata como um general da Sírio, que tinha sido acometido de lepra foi milagrosamente curado, quando ouviu os conselhos de uma humilde serva, uma jovenzinha judia que trabalhava em sua casa.

Indo até Israel para encontrar-se com o profeta Eliseu, O General Sírio, Naamã, sequer foi recebido. Ante ao seu problema Eliseu lhe orientou a ir até o rio Jordão e banhar-se 7 vezes naquelas águas.

Raivoso pela falta de cerimônia e pela aparente pouca ou nenhuma importância que lhe foi dada, Naamã, que esperava talvez um tapete vermelho, algum rito religioso, a utilização de algum instrumento, ou a ingestão de algum líquido, coisas assim, quase desistiu, mas, novamente um servo lhe disse: "Se algo difícil lhe fosse pedido, você não faria? Então faça o que te foi pedido! Se é para banhar-se por sete vezes neste rio... Faça isso!"

A descrição do rio Jordão feita por Naamã, é curiosamente a mesma que vemos hoje, na região em que Josué entrou para possuir a Terra Prometida com toda a nação de Israel.
Mesmo local onde Elias e Eliseu um dia atravessaram juntos e por onde só voltou Eliseu, com o manto do seu senhor, já que então se iniciava o tempo do seu ministério. 
Foi neste mesmo lugar que João batizava, até que num determinado dia Yeshua, foi até ele, para ser batizado. O mesmo lugar!

O lugar é importante? Sim e não.
Sim, pois foi ali, que um Altar de pedras foi levantado dentro do rio que quando as águas voltaram a correr foi encoberto. Isso fala que o que Deus faz em nossas vidas, é em nosso coração, aonde ninguém mais vê, porém, esta Aliança dentro, no coração, vai representar uma grande transformação em nossa vida exterior, para sempre!

Naamã, mergulha, uma, duas, três, cinco, seis vezes e NADA!
Talvez ele deve ter pensado que seria algo progressivo, mas, vez após vez e ele continuava tão leproso, como quando veio de sua nação. Ele podia ter desistido. Deve ter pensado nisso várias vezes. Deve ter se enfurecido pelo ridículo, pela falsa esperança, até que... Na sétima vez, ele imerge e ao emergir vê-se completamente limpo de toda a lepra.

A Salvação de Deus é loucura para os homens. Os servos que falaram para Naamã, Eliseu em Israel e o que fala para ele não desistir, mas, obedecer, são figuras de nós, pequenos servos de Deus, que talvez jamais ficaremos famosos, ou teremos os nossos nomes conhecidos, porém, fomos chamados para apontar a Salvação para muitos e o nosso Deus, que nos vê em secreto, nos recompensará.

A palavra ELISHÁ (Eliseu), é uma contração da frase: "EL YESHUA" - Que poderia ser: "Deus é Salvação", "Salvação de Deus", ou ainda "Jesus é Deus". Pois somos chamados como servos para dizer aos grandes e aos pequenos de nossa geração: "Vão até Yeshua e a Lepra (o pecado), deixará você!"

Há uma nova vida para vivermos Nele depois deste encontro. O leproso que foi curado por Jesus pôde rever sua família, pôde trabalhar quem sabe se casar ou restaurar se casamento? Um tempo novo!
Naamã voltou para sua família, que ele certamente temia não poder mais ver; ele voltou para o seu trabalho e importante posição que tinha; ele também começa um tempo novo!

A mulher depois dos 9 meses de gestação, de todos os desconfortos, preocupações, angústias do parto, mesmo depois de tornar-se impura, ver passar tudo isso para que enfim com o seu filhinho possa escrever um tempo novo em sua vida...

Sempre que iniciamos um tempo novo, temos sonhos, projetos, desejos, auspícios e um dia DAVID HAMELECH (O Rei David), desejou edificar uma Casa para O Eterno. Ele que trouxe a Arca da Aliança para Jerusalém, nas margens da Fonte do Guihon, edificou ali um Tabernáculo para a Arca de Deus e desejou um Lugar onde Deus pudesse habitar definitivamente...

Deus não permitiu que David edificasse tal casa, pois suas mãos estavam sujas de sangue. Em outras palavras David, como era um homem de guerra, era impuro para tal serviço, mas, Deus faz Aliança com David de que Seu DESCENDENTE. Falando de Um, lhe Edificaria Casa e seu Reino seria Eterno. 

SHLOMO HAMELECH (O Rei Salomão), edificou Casa ao Nosso Deus, feita com o mais fino ouro, crivada de pedras preciosas e prata e bronze a se perder a conta, além do melhor do Cedro do Líbano. Quando Shlomo foi inaugurar a Casa disse o que seu pai David parecia não fazer conta: "Nem os Céus dos céus, podem conter a Tua Glória", mesmo assim, O Eterno como fez com O MISHKAN, veio e entrou na Casa, a ponto dos sacerdotes não conseguirem entrar, pois A Presença do Eterno estava ali.

YESHUA BEN DAVID (Jesus, Filho de David), circuncidado ao oitavo dia, ao 40o, quando seus pais foram para O Pidion Haben (pagar o valor pelo filho primogênito exigido pela Lei), e para fazer os sacrifícios estabelecidos na Torah, encontram-se com o Ancião SHIMEON (Simeão), que disse: "Eterno, já podes recolher o teu servo, pois já me mostraste a Tua Salvação". 

Este que nasceu, O Filho do Deus Altíssimo não nasceu em pecado, mas, foi gerado pelo Espírito Santo numa das virgens de Israel, este, que viveu sem pecado, como se por toda a sua vida jamais comesse fermento para que não fosse contaminado, ELE É O SUMO SACERDOTE DA NOSSA FÉ. 

Certo dia um leproso, foi até Jesus e lhe disse: "Se quiseres podes me purificar!" e YESHUA lhe respondeu: "Quero, sê limpo, e o tocou!"

Yeshua não se contaminou com a Lepra, mas, a Sua Pureza transformou aquela vida...

Todos os ritos, toda a nossa busca, toda a nossa carência, toda a nossa sede, toda a nossa fome, todo o nosso vazio clama por Deus. Clama pelo Amor de Deus... 

Você pode querer lutar contra um TSUNAMI, mas, ele vai te engolir... Não há como fingir mais!!! O AMOR DE DEUS, em JESUS (em YESHUA), já arrebatou o teu coração... entregue-se a Ele!

Como viver? Com Ele.
Como  será daqui para frente? Nele.
Como fazer planos para o futuro? Pergunte a Ele.
Como sua vida pode ser transformada? Diga SIM, A ELE.

DELE POR ELE E PARA ELE SÃO TODAS AS COISAS. A ELE SEJA A GLÓRIA ETERNAMENTE! AMÉM.

KI MITZION TETZSEH TORAH
U´DEVAR ADONAI MIYERUSHALAIM!
(Porque de Sião sairá a Lei e a Palavra do Eterno de Jerusalém!)


Paulo de Tarso, Apóstolo
Igreja Apostólica Betlehem