sexta-feira, 6 de abril de 2018

SHEMENI - OITAVO



SHEMINI - OITAVO

Levítico: 9: 1 a 11: 47
II Samuel 6:1 - 7:17
Atos 10: 9 a 22, 34 e 35

Lev.: 9: 1 - "e sucedeu que no oitavo dia, chamou Moisés a Arão, e as seus filhos, e aos anciãos de Israel" 

Agora era pra valer! Depois do Mishkan ter sido erguido, do Eterno tê-lo consagrado com a Sua própria  Presença e de Moshe Rabeinu, ter durante sete dias servido como Sacerdote, mostrando como  todo o serviço sacerdotal deveria ser realizado, Arão, Nadabe, Abiú, Eleazar e Itamar, que tinham sido consagrados para o sacerdócio, depois de ficarem sete dias diante da Tenda da Congregação observando a todas as orientações agora realizadas pelas mãos do próprio Moisés para que em seu sacerdócio, pudessem cumprir exatamente a Vontade de Deus revelada a Moisés, assumiriam então enfim o seu serviço.

No oitavo dia, dia da Brit Milah, dia da Circuncisão, em que os meninos entram em Aliança com Deus,  Moisés chama Arão e seus filhos, era a hora do Sumo Sacerdote ocupar seu espaço, conhecer pessoalmente o seu serviço, bem como seus filhos e então cuidadosamente Arão começou a realizar toda a obra que Moisés, seu irmão, ordenara segundo os Mandamentos do Senhor.


Depois de todo o serviço e os primeiros sacrifícios, Moisés e Arão entram na Tenda da Congregação (OHEM MOED)  e depois que saem de lá, agora AHARON HACOHEN GADOL, Arão, na posição de Sumo Sacerdote, abençoa o povo, com a BIRCAT HACOHANIM (A Bênção Sacerdotal), invocando O Nome do Eterno sobre a nação como Deus lhe ordenara e então a Glória do ETERNO se manifesta diante de toda a nação dos filhos de Israel.  Por fim, fogo sai da parte do Eterno e acende o Altar do Sacrifícios e consome todas as ofertas e holocaustos oferecidos a Deus por Arão e Moisés.

Que didática mais linda! Que cuidado de Deus para conosco! No Éden, O Nosso ABA ETERNO, ensinou tudo para o seu filho Adão e coube a ele ensinar para a sua mulher e para todos os seus descendentes tudo o que Deus lhe falara sobre o Paraíso que Deus havia criado para que nele pudesse habitar. Adão não ensina sua mulher de forma efetiva e a Serpente a ataca sorrateiramente, pegando-a no despreparo com relação ao Conhecimento da Vontade de Deus. Resultado? Estamos todos nós aqui hoje, buscando a Face de Deus, e só através do Sacrifício do Mashiach, sem qualquer culpa pelo Pecado é que conseguimos pela Fé, acesso novamente ao Nosso Deus e Pai.

Como é importante aprendermos! Como é fundamental nos interessarmos REALMENTE acerca da Vontade de Deus. Como é fundamental valorizarmos aqueles que andando com o Nosso Deus há mais tempo do que nós, possam zelosamente nos ensinar e nós, por nossa vez, zelosamente desejar aprender.

Isso tudo nos remete ao que Paulo, escreveu: "Sede meus imitadores, como eu sou de Cristo". Há orgulho nisso? 

DE MODO NENHUM! HÁ ZELO! Zelo de pai pelos filhos. 

Porque não nos esforçamos para manifestar Zelo de filhos pelos ensinos dos pais?

Neste momento de grande alegria, de grande satisfação... 

UMA DESGRAÇA!

Logo em seguida, Nadabe e Abiú, filhos de Arão, tão honrados por Deus, já que viram com seus próprios olhos O Trono de Deus sobre O Monte Sinai; Foram chamados ao Sacerdócio como seu pai, e se lhe fizeram vestes sacerdotais, para que perpetuamente, eles e seus filhos pudessem oficiar diante do Nosso Deus, mas, estes filhos do Sumo Sacerdote Arão não tiveram temor da Presença de Deus.

Quando usaram qualquer fogo e não o Fogo Santo de Deus, assim como saiu fogo da Presença de Deus para acender o Altar do Sacrifícios, saiu fogo da Presença de Deus e ambos foram mortos fulminados.

Todos se perguntam: O que eles fizeram de tão grave para Deus matá-los?

O Fogo usado para todo o serviço no Tabernáculo, vinha do Altar do Sacrificio; Tal fogo aceso por Deus, não podia se apagar. Nadabe e Abiú, na euforia da Presença Gloriosa de Deus pegaram qualquer fogo e lançaram incenso diante da Face do Nosso Deus. 

Deus tem mais prazer em Sacrifícios, do que em OBEDIÊNCIA à Sua Vontade?

O Incenso lembrava todo o tempo o tipo de Adoração que Moisés, pela primeira vez ofereceu ao Nosso Deus, depois que o povo de Israel cruzou o Mar Vermelho, Adoração com Música composta, cantada, tocada, e dançada. Em Apocalipse a Bíblia diz que MUITO INCENSO foi oferecido ao Eterno, juntamente com a Oração dos Santos. O Incenso ali simbolizava o Condutor de nossas orações que é a Adoração, mas, não é qualquer música, de qualquer jeito, pela euforia da Presença de Deus, que pode ou vai honrar O Nosso Pai.

O Fogo gerado se não vier do Sacrifício, (se não for O Fogo advindo da Cruz do Calvário), onde O Sacrifício perfeito foi entregue, é fogo estranho e o resultado será morte! Morte porque? Porque o homem é impuro, pecador, terrivelmente corrupto e perverso, todos os nossos pensamentos são impuros, porque está na natureza humana o desejar fazer o bem, mas, não o efetua-lo.

Todo o sistema sacrificial visava uma única coisa: Que o homem condenado à morte por conta do pecado, pudesse experimentar O Amor de Deus, coisa impossível de se desassociar da Justiça de Deus. O SALÁRIO DO PECADO É A MORTE! E para o homem é impossível achegar-se Diante do Deus Santo e Puro, com suas boas intenções, ou seus atos religiosos... Bonitos aos olhos humanos, desprezíveis aos olhos de Deus. São trapos de imundícia, nossos atos de Justiça, nossas atitudes religiosas, são merecedoras apenas de glória humana.

Nadasse e Abiú morreram fulminados!

David quis trazer a Arca da Aliança para perto de si. A mesma Arca cujos ritos tão cuidadosamente foram descritos por Moisés a Arão, para que o Sumo Sacerdote apenas uma vez por Ano pudesse se aproximar.

David não foi punido por desejar a Presença de Deus, mas, tornou-se responsável pela morte de Uzá, que sendo um Levita, não levou em conta que o homem por seu pecado e maldade, não pode aproximar-se de Deus, sem SANGUE. O impuro homem não pode aproximar-se do Puro Deus.

O Rei David não desistiu e depois de ter consultado os sacerdotes, eles ensinaram ao Rei, como a Arca de Deus poderia ser conduzida segundo as orientações de Deus através de Moshe, de Arão e também de Eleazar e Itamar que viram seus irmãos serem mortos, porque tinham uma boa intenção no coração, mas, desprezaram a condição do homem que é pecador e cuja morte glorifica a Deus, porque ELE É RETO EM JULGAR E JUSTO EM EXECUTAR SEUS JUÍZOS.

"O TEMOR DO SENHOR É FONTE DE VIDA!" - David depois de ouvir os Sacerdotes, ordenou que a Arca da Aliança fosse levada nos ombros dos sacerdotes, e que a cada seis passos, sacrifícios fossem feitos, holocaustos a se perder a conta, para que um Caminho de Sangue abrisse a Porta para que A Glória de Deus pudesse vir sobre suas vidas e sobre a nação de Israel.

Ananias e Safira nos primeiros dias da Igreja, quando a Presença de Deus era manifesta no meio dos judeus em Jerusalém, intentaram fazer algo para que se tornassem famosos entre os irmãos, e resolveram mentir, dizendo que tinham vendido uma propriedade e que estavam dando todo o valor da venda aos pés dos apóstolos, sendo que estavam dando apenas uma parte. Porque mentiram? 

Deus por acaso lhes pediu algo? Não seria incrível, alguém ter vendido uma propriedade e entregado 50% (por exemplo), do valor aos apóstolos? Porque mentiram? Porque queriam tornar-se famosos, como Barnabé tornou-se conhecido, por ter vendido uma propriedade e entregue tudo?

Nadabe e Abiú queimaram Incenso diante da Face do Senhor e ele os consumiu. Quem ousa dizer algo? O Temor do Nosso Deus cai sobre a Igreja, assim como O Temor do Nosso Deus cai sobre a Casa de Arão e sobre toda a nação de Israel.

O homem é impuro! O homem é pecador! O homem acha que por realizar algumas coisas boas, se justifica por estas ações diante de Deus. O homem se compara a outros homens e se considera melhor ou pior que outros homens, sendo que se esquece que todos estão encerrados debaixo da MORTE DO PECADO!

Alguns chamados ao ministério se consideram melhores do que outros cristãos;
Alguns que tem dons musicais se consideram melhores do que os outros que não possuem os mesmos dons. Tais se acham adoradores enquanto os outros espectadores deles mesmos;
Algumas denominações, pelo número de seus membros, pela beleza de seus prédios, pela influência na mídia e na sociedade se consideram melhores do que as outras;
Alguns que possuem certas visões ministeriais se acham em melhor condição do que outros que não as têm;
Alguns que manifestam dons espirituais acreditam ser melhores do que os que não crêem da mesma forma;
Alguns que conhecem bem a Palavra se consideram melhores do que os que são indoutos;
Alguns que são cheios do Espírito, se consideram melhores do que aqueles que não entendem da mesma forma a manifestações do Espírito Santo;
Alguns que são zelosos pela Palavra e pelas tradições cristãs reformistas se consideram melhores do que aqueles que receberam um avivamento espiritual que incendiou o mundo no século XX; 
Alguns que são cristãos acusam os judeus de matarem a Jesus e se acham melhores do que eles;
Alguns que são cristãos, se chamam de Israel de Deus, entendendo que Deus rejeitou o seu povo Israel, coisa que a Bíblia diz que Ele não fez, de MANEIRA ALGUMA!;
Alguns judeus zombam dos cristãos por os acharem idólatras e se consideram melhores do que eles;
Alguns judeus, por serem judeus se acham melhores do que os que não são judeus;
Alguns que se dizem judeus e não são, antes são da Sinagoga de Satanás, impõe pesado jugo a pobres que se deixam enredar por suas fábulas e se consideram melhores do que até judeus de verdade que creem em Yeshua e que foram livres do Jugo da Escravidão para servirem a Deus, como Judeus crentes em Yeshua, praticantes da TORAH, por Amor a Quem os Libertou!
Alguns cristãos consideram-se melhores dos que não conhecem a Deus, chamando-os de ímpios e pecadores, não lhes pregando no entanto, a Palavra que os pode limpar e restaurar...

Todos estão enganados! NÃO HÁ UM BOM SEQUER! 
"Todos pecaram e destituídos foram da Glória de Deus"

Todos somos pecadores. Paulo ao contrário do que muitos cristãos e judeus pensam, ele se considerava O PIOR DOS PECADORES, porque conhecendo tudo o que conhecia da Torah e de Deus, o bem que ele queria fazer, não fazia, e o mal que ele sabia que era errado, muitas vezes o fazia tropeçar... Que miserável ele? Por certo! E nós também! QUE MISERÁVEIS!!!

Com a boca adoramos O Nosso Deus, e com a mesma boca amaldiçoamos os irmãos. Quem nos livrará do corpo desta morte?

"SEM DERRAMAMENTO DE SANGUE NÃO HÁ REMISSÃO DE PECADOS"

Geralmente na época de Pêssach, nos últimos anos temos ouvido muitas notícias de uma Instituição Israeli chamada: TEMPLE INSTITUTE, onde vemos os móveis, as roupas e todos os detalhes para a Reconstrução do BEIT HAMIKDASH (O Templo), estarem a cada dia sendo concluídas.

Nestes dias em que vemos Cohanim (sacerdotes) sendo recrutados para se prepararem, para aprenderem todo o serviço para que os sacrifícios sejam retomados no Monte do Templo, lembramos que da última vez que alguém ensinou como eram os trabalhos sacerdotais, foi o próprio MOSHE RABEINU, quem fez isso... 

Ainda assim, dois de seus sobrinhos, filhos e Arão morreram. 

Os outros sobrinhos Eleazar e Itamar, na primeira Oferta pelo Pecado que ofereceram, depois da morte de seus irmãos, esqueceram de derramar o Sangue do Sacrificio sobre o Altar e de comerem a carne do Sacrifício... Moisés se enfureceu com eles, porque novamente alguém deixou de fazer algo que Deus havia dito a Moisés que precisava ser feito... mas, Deus não os destruiu, como fizera a seus irmãos...

Arão argumenta com seu irmão diante de sua fúria: "Respondeu Arão a Moisés: Eis que, hoje, meus filhos ofereceram a sua oferta pelo pecado e o seu holocausto perante O ETERNO; e tais coisas me sucederam; se eu, hoje, tivesse comido a oferta pelo pecado, seria isso, porventura, aceito aos olhos do ETERNO?" (Lv. 10:19)

Deus não destrói a David que

Em outras palavras: "Moisés, meus filhos morreram e pagaram com seu próprio sangue, o seu pecado, se eu tivesse realizado este rito ordenado por Deus, isso traria mais resultado contra o pecado do que a morte de ambos? - Nos esquecemos, não deixamos de  fazer com desdém, de forma orgulhosa ou rebelde diante de Deus... a angústia, a tristeza, talvez tenha roubado a nossa atenção...

DEUS NÃO FAZ NADA CONTRA ELEAZAR E ITAMAR, eles se tornar os Príncipes de Israel. Elezar o Príncipe dos príncipes a quem coube suceder seu pai Aharon, depois de sua morte como Cohen Gadol, para depois ser sucedido por Pinchás e assim sucessivamente.

Deus não destruiu David quando este pecou contra Urias possuindo Bat-Sheva e o levando à morte;
Deus reprovou a Saul e o rejeitou em seu reinado por que este não exterminou os Amalequitas;
Deus matou Ananias e Safira, mas, poupou Paulo diante de quem apedrejaram Estevam;

É Deus injusto? DE MANEIRA NENHUMA!!!!!

Não está em nós; não está em nossa capacidade de sermos bons (não temos tal capacidade); não está no sacrifício e cinzas de uma  NOVILHA VERMELHA, que hoje os religiosos em Israel buscam intensamente que possa ser gerada para que os Sacrifícios possam novamente ser oferecidos em Jerusalém, depois da Purificação de todos os elementos do Templo, segundo toda a ordem de Deus a Moises.

A cor Vermelha daquela Novilha de três anos de idade, a cor do Sangue, apenas fala de um que no terceiro ano de seu ministério foi chamado para ser imolado, fora da cidade, para que com seu sangue e com sua condenação INJUSTA, pois jamais pecou.

Mesmo assim, nunca tendo conhecido o Pecado, Ele se fez pecado por amor de nós e por isso foi ao Hades em nosso lugar, pois Ele decidiu se entregar por amor. Amor de nós. Depois de ter feito Aliança entre a Piedade e a Impiedade; entro O Santo e o Profano; entre O Puro e o  Impuro; Entre O Deus Santo e Puro e os pecadores,; entre o Reino de Deus e este mundo, reconciliando por meio do seu sangue O Mundo ao Nosso Deus. Ele nos fez, por seu Sacrifício: Pios, Santos, Puros para o Nosso Deus e Pai.

A Ele seja a Glória para sempre!

Neste Novo e Vivo Caminho aberto pelo SANGUE DE YESHUA, nós podemos ter ousadia para entrar na Presença do ABA, e como Eleazar e Itamar, vamos errar outras vezes, mas, pelo Temor do ETERNO e por sua Misericórdia sem fim, vamos ver crescer e ocupar o nosso lugar os filhos de nossos filhos e habitaremos na Casa do Eterno para todo sempre. Amém!


KI MITZION TETZSEH TORAH
U´DEVAR ADONAI MIYERUSHALAIM!
(Porque de Sião sairá a Lei e a Palavra do Eterno de Jerusalém!)


Paulo de Tarso, Apóstolo
Igreja Apostólica Betlehem