sexta-feira, 9 de março de 2018

VAYAKHEL - E AJUNTOU (CONGREGOU)




VAIAKHEL - E AJUNTOU (CONGREGOU)

Êxodo : 35:1 a 38:20
I Reis 7:13 a 26 e 40 a 50
Mateus 6: 5 a 15 e Atos 1: 6 a 11


"E ajuntou Moisés a toda a congregação dos filhos de Israel e falou a eles: estas são as palavras que o ETERNO ordenou que cumprísseis. Trabalhareis seis dias, mas, o sétimo dia vos será santo, um KODESH SHABAT SHABATON L'יהוה"  (Ex. 35: 1)



UMA NOVA OPORTUNIDADE!

Depois da oportunidade que o povo de Israel perdeu, tendo levantado aquele detestável Bezerro de ouro, para afrontar o nosso Deus, Moisés, novamente sobe até a Presença de Deus no Monte Sinai e depois de 40 dias ele retorna. 

O dia em que Moisés subiu foi o primeiro dia do sexto mês, logo, foi num dia de Yom Kipur, décimo dia do sétimo mês, que Moisés regressa com as tábuas da Lei e uma nova oportunidade para o povo de Deus.

O Dia da Cobertura do Sangue, o dia em que no futuro, anualmente o povo se dobraria diante de Deus para clamar sua Misericórdia e perdão, afligindo a sua alma depois de ouvir o Shofar anunciar este tempo. Quando isso começou? Quando a oportunidade que Deus deu ao seu povo foi desprezada e a Misericórdia de Deus foi derramada sobre aqueles que Ele ama.

Parece ser esta a história de Deus com o ser humano, de Deus com o seu povo... Ele nos ama, sonha coisas para nós, nos diz como alcança-las, e a nossa miséria humana permite que este amor escape pelo vão de nossos dedos e então depois de um tratar rigoroso do nosso Deus, seu Amor Eterno se derrama sobre os que de fato se arrependem, lhes dando uma nova oportunidade.

A palavra VAYAKHEL, vem de KAHAL (Congregação), Yeshua chama aqueles que o reconheceriam como Mashiach, o Filho do Deus Vivo, de KAHALATI (A MINHA IGREJA), contra quem as portas do inferno não prevalecerão. Uma congregação, um ajuntamento, uma unidade, pessoas diferentes, dons, características, talentos, chamados, cada um feito pelas mãos de Deus para um fim específico, mas, todos unidos, congregados, diante de Deus, para ouvi-lo, para Lhe responder conforme a Sua Vontade, para unidos ligarem na Terra, a Vontade do Nosso Deus que está nos Céus.

Quando isso ocorre, lembremos! É UM TEMPO DE UMA NOVA OPORTUNIDADE... A primeira coisa que o Nosso Deus adverte o seu povo é que O SÉTIMO É DELE!!!

Foi daí que caímos! Lá no Gan Éden (Jardim do Éden), O Eterno havia santificado o sétimo dia, nele descansando de toda a obra que fizera. No Shabat, na dimensão do Reino de Deus, onde os Céus e a Terra se encontram, onde Deus vinha manifestar-se entre os homens, para com eles ter comunhão, desta posição, o ser humano caiu, não dando ouvidos à advertência de Deus acerca da obediência. A mulher do homem come do que Deus proibiu, seu marido come também e o Mal se manifesta em suas vidas, e sua visão é pervertida e não tardou então para que fossem expulsos daquele lugar de comunhão, de provisão, de paz, de segurança, de intimidade com O Criador... O homem caiu...

Quando de novo o ser humano caiu, agora eram os B'NEI ISRAEL (os filhos de Israel), que num dia falaram: "Naassê Venishmá", e no outro fizeram o Bezerro de ouro... Parece que ainda não aprendemos! 

No domingo vamos à frente e entregamos nossas vidas para Deus, e  tomamos as tábuas da Lei e juramos que vamos cumprir tudo... e na terça-feira, as quebramos com nosso orgulho, vícios, inclinações malignas, nossa forma de agir, de ser independentes... Ah se não fora O Nosso Deus!!! Diga pois, Oh Israel!

Deus nos ama, nos corrige e disciplina severamente, pois nos AMA com amor de Pai, mas, não desiste de nós e não pode negar a Si mesmo, Sua Palavra se cumprirá e TODO ISRAEL SERÁ SALVO!

Sabemos, pela história de Israel, que se não dermos ouvidos hoje ao SENHOR, permitindo uma real transformação em nossas vidas, Ele há de levantar em nossas próximas gerações, homens e mulheres que vão amá-lo e servi-lo de todo o coração, e talvez não seja conosco, mas, a Sua Palavra se cumprirá... Mas, precisa ser assim?

Porque não nos voltamos para Ele hoje, e nesta nova oportunidade não nos entregamos de fato ao Nosso Aba, reconhecendo que não está em nós a capacidade de fazer, de permanecer, de nos santificar a nós mesmos, de manter as nossas promessas, por nossa própria força, mas, está na nossa TOTAL DEPENDÊNCIA DELE... E portanto não podemos mais andar sem que Ele esteja conosco?

Deus disse ao povo de Israel quando os congregou: "O sétimo dia eu SANTIFIQUEI PARA MIM. UM "SHABAT SHABATON", um Descanso Solene, O DESCANSO DOS DESCANSOS, vocês guardarão... 

Parece que Deus reinicia com o seu povo mostrando o Fim! 

Durante mil anos YESHUA reinará sobre todas as nações da Terra desde Yerushalaim (Jerusalém), Um novo Shabat, uma Nova Oportunidade para os seres humanos está se aproximando de nós, cada sexta-feira, quando a luz do dia começa a decair, a Natureza prega para nós, que O SHABAT é do Eterno e Yeshua, O Senhor do Shabat, virá para reinar. 

Tudo o que fazemos, como nos movemos, todo o trabalho em nossos dias, nesta semana de MILÊNIOS, desde que o homem foi expulso da Presença de Deus, tem sido para que possamos novamente nos encontrar com Deus, porque uma Nova Oportunidade nos será dada e não a podemos perder uma segunda vez.

Como será a nossa vida a partir de agora? Como deveremos viver?

Parece que novamente Moshe, direcionado pelo Eterno, volta no mesmo ponto de onde havia parado. Deus não vai falar outra coisa, diferente do que já havia dito. Ele não vai ter uma melhor ideia, já que inicialmente não deu certo o que tinha decidido. Deus não muda, e Ele nos levará de volta aonde nós pecamos contra Ele.

TERUMAH!

O Eterno despojou os egípcios, e as riquezas do Egito foram para as mãos do seu povo que atravessou o Mar Vermelho. Agora de tudo o que o Nosso Deus colocou nas mãos do seu povo, Ele pede que uma TERUMAH, uma Oferta Alçada, uma Oferta de cujos corações o próprio Deus moveria, que uma Oferta fosse levantada para que o Mishkan, um Santuário fosse edificado, para que o Eterno habitasse no meio do seu povo.

Da última vez que Deus ordenou isso, o povo disse que faria, mas, acabou com ouro dos adereços das mulheres de Israel, que foi a matéria prima para fazerem para si uma Abominação diante de Deus. BASTA!


"A Glória desta última Casa será maior do que da primeira"

Esta declaração do Profeta Hagai (Ageu), com respeito a restauração do Templo, parece manifestar um característica da Restauração. O quebrantamento diante da nova Oportunidade, do Amor manifesto pela Misericórdia, despertam um zelo para alcançarem o que se perdeu.

Talvez nunca saberemos, (eu não consigo entender), porque tantos jovens tão extraordinários, cheios de Deus, de fogo e de força para realizar, cometem tantas bobagens quando jovens e depois de velhos, quebrados, arrependidos, realizam já sem forças o que poderiam ter feito anos atrás...

É o Jacó, que volta mancando depois do Encontro com Deus, para o Monte onde O Eterno lhe apareceu, tantas anos depois, para retomar o que poderia ter vivido tantos anos antes... Parece ser a nossa história, a história de Israel...

O Eterno através de Moisés, repete tudo o que ordenara sobre o Mishkan, e sobre as ofertas que deveriam ser alçadas. O povo todo, liberalmente, movidos de coração e de espírito começaram a trazer OFERTAS VOLUNTÁRIAS, OFERTAS LEVANTADAS (TERUMAH), diante de Deus, em abundância tal que os anciãos em determinado momento avisam para Moisés que já havia tanto, que não era mais necessário se fazer coisa alguma para se entregar. Não se deveria entregar mais nada, pois já tinham mais do que o suficiente...

Quem deu ao povo para que eles dessem tanto, a ponto de se ter mais do que era necessário, para ainda sobejar? Foi Deus, Ele preparou tudo!

Tudo o que era necessário já havia sido preparado, naquele momento as pessoas através da obediência e amor, seriam os canais pelos quais toda aquela provisão chegaria nas mãos dos edificadores do Santuário, para que Deus pudesse habitar no meio do Seu povo...

"Os caminhos do Nosso Deus são mais elevados do que os nossos, os seus Caminhos são insondáveis e os seus juízos inescrutáveis". 

Deus permitiu o Bezerro de ouro, para que no Juízo contra o seu povo, fosse gerado temor, para que o povo realmente se posicionasse em obediência e liberalmente desse a provisão necessária para a edificação do Santuário? Ninguém pode dizer isso, mas, tudo o que ocorre, acaba cumprindo O PROPÓSITO DE DEUS! 

"Dele, por Ele e para Ele são todas as coisas. A Ele seja a Glória, para sempre! Amém."

De todos os tesouros alçados, me parece que os mais preciosos são algumas pessoas que Deus levanta e as capacita para realizar tudo o que era necessário. 

Percebam isso! O Criador dos Céus e da Terra e das tonalidades de verde da natureza, das cores de todas as flores, da beleza do nascer do Sol, enfim, de tudo o que de mais lindo existe e foi criado, chama pessoas e os UNGE (Se derrama sobre elas), e as capacita a fazerem todo tipo de obra para que um SANTUÁRIO fosse construído para que Ele, o Criador, se manifestasse entre o seu povo.

A criatividade, a habilidade, a capacidade foram dadas por Deus para pessoas que Ele chamou pelo Nome. 

O Nosso Nome invoca o nosso chamado. Os nomes foram dados para que pudéssemos ser chamados. Quando alguém nos chama, declara o nosso nome, chama ou invoca na verdade um PROPÓSITO DE DEUS, que Ele fez vir ao Mundo e manifestar-se em nossos dias, nestes tempo. O "para o que fomos criados", ou "para que existimos". É claro que muitos dão aos filhos nomes de artistas de televisão, de políticos famosos, ou escolhem os nomes que estão na moda, deixando de ouvir O Espírito Santo sobre o PROPÓSITO para o qual aquele bebe está sendo concebido.

Mas, com o povo de Deus isso não dever ser assim!

BETZALEL - Um nome composto que quer dizer: "Na Sombra de Deus"

O Salmista declara: "O que habita no esconderijo do Altíssimo e descansa à SOMBRA do Onipotente diz ao ETERNO: Meu refúgio e meu baluarte, Deus meu, em quem confio." (Sl. 91: 1 e 2)

Maria (Miriam), mãe de Yeshua, quando questiona o Arcanjo Miguel, sobre como poderia ser a mãe do MASHIACH, já que jamais havia conhecido homem algum, ouve a resposta que cada um de nós precisa receber em seu coração sobre tudo o que O Eterno desejou realizar através de nossas vidas: "Descerá sobre ti o Espírito Santo, e o poder do Altíssimo te envolverá com a Sua SOMBRA;" (Lc. 1: 35)

Deus tinha um chamado para aquele homem. Seu nome que parecia apenas um bonito nome dado por seu pai Uri, neto de Hur e Miriam (irmã de Moisés), era na verdade o propósito de Deus para a sua vida. Betzalel descobriu que no tempo certo a SOMBRA DE DEUS de fato o envolveu capacitando-o para toda a obra que precisa ser realizada, manifesta. "NA TERRA COMO NOS CÉUS".

Da mesma forma Aoliabe, (AHOLY'AV) - "Meu tabernáculo é o Pai", chamado pelo nome, junto a Betzalel, tinha em seu nome um chamado, um propósito dado por Deus que no tempo certo se manifestaria, sendo ativado pela Presença de Deus, pelo derramar do Espírito Santo.

Quantas pessoas talentosas, cheias de dons e talentos que foram dados por Deus, passam a vida insatisfeitas com o que fazem, com o que alcançam, pois foram geradas para um propósito eterno de Deus, mas, jamais são expostas à Sombra do Onipotente, jamais encontram em Deus a sua Morada, o Seu lugar de segurança e abrigo... 

Nos parece que muito mais do que ensinar técnicas de convencimento para que as pessoas realizem coisas em nossas igrejas, temos que levar as pessoas a ter uma experiência com A SOMBRA DO ONIPOTENTE, para que tudo faça sentido em suas vidas e tais pessoas possam cumprir o propósito para que foram chamadas...

O Mishkan era um santuário móvel edificado no deserto, quando o povo estava sendo guiado para a Terra prometida. As mesmas estruturas do Mishkan, estavam contempladas no Beit Hamikdash (No Templo), edificado por Salomão, mas, estas coisas todas apenas eram sombras do Templo que Yeshua passou a edificar ao Nosso Deus e pai, sendo Ele mesmo a principal Pedra de edificação desta Casa Espiritual e nós todos, pedras vivas, sendo um a um juntados nesta maravilhosa casa.

Pois somos Pedras e ao mesmo tempo edificadores, para que outros possam ser preparados e juntamente conosco fazer parte da Morada do Deus Altíssimo, sua Noiva, seu Corpo, seu povo para sempre.

Por fim, mais uma vez lembramos que O Eterno poderia fazer descer do Céus, ou emergir da Terra um Santuário. Quem fez os Alpes, os Cedros do Líbano; plantou as florestas, fez do Nada tudo o que existe. Ele que decidiu estabelecer o homem com habilitação neste mundo natural para ser aquele que governa o Mundo criado por Deus. 

Quando oramos da maneira que Yeshua nos ensinou e pedimos: "Venha o Seu Reino e seja feita a Sua Vontade, assim na Terra como nos Céus", precisamos nos lembrar que "Os Céus são os Céus do Eterno, mas, a Terra deu-a aos filhos dos homens", e também aprendemos de Yeshua que: "o que ligarmos na Terra seria ligado nos Céus"; "que o que pedíssemos ao pai em oração, em concordância, crendo receberíamos"

Todas estas coisas nos falam de uma posição nossa neste mundo natural, para que a Vontade de Deus a nós revelada, possa ser materializada.

O processo é sempre o mesmo: Deus fala (manifesta) a Sua Vontade. Ouvimos a Vontade de Deus e isso nos gera Fé. Tomamos então atitudes para que o que Deus falou venha a se cumprir, já que a Fé sem obras é morta!

Na edificação da Igreja, no ministério para o qual Deus nos chamou, para a manifestação visível do Reino de Deus em nossos dias precisamos seguir este PADRÃO!

Deus nos dá novas oportunidades; o nosso quebrantamento diante Dele, por nossos fracassos, pecados, falhas, é que geram estas novas chances de realizar.

Deus não quer um lugar de culto (Templo, Santuário, Catedral); não busca que gravemos um disco para Ele; não quer que escrevamos um livro para Ele... Todas estas coisas são parte do PROCESSO... Ele quer que lembremos que "Seis dias o homem vai trabalhar, mas, o Sétimo é KODESH SHABAT SHABATON L'יהוה.

Ele vai de novo nos dar a chance de fazer para Ele, e vai nos dizer outra vez o que quer e como quer. Ele vai chamar pelo nome alguns que vão ensinar, treinar a muitos, porém todos receberão capacidade sobrenatural para fazer a obra de Deus, através do Espírito Santo que os envolverá a todos...

Está em nós a oportunidade de manifestar a Deus de forma visível, fazendo do jeito Dele, a Obra Dele, que se manifestou pela Vontade Dele que nos foi revelada...

Que a nossa oração em Unidade, possa gerar ações nossas em Unidade para que de fato se manifeste a Verdade:

KI LECHAH HAMAMLECHAH, HAGUEVURAH, VEHATIFERET LEOLAMEI OLAMIM. AMEN!

Por que Teu é O Reino, O Poder e a Glória para sempre. Amém.




KI MITZION TETZSEH TORAH
U´DEVAR ADONAI MIYERUSHALAIM!
(Porque de Sião sairá a Lei e a Palavra do Eterno de Jerusalém!)


Paulo de Tarso, Apóstolo
Igreja Apostólica Betlehem