sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

BO - VAI




BÔ - VAI

Êxodo : 10: 1 a 13:16
Jeremias 46:13 a 28
Ezequiel 28: 25 a 29:21
Lucas 5:12 a 7:50

"E disse O Eterno a Moisés: Vai a Faraó porque tenho endurecido o seu coração, e o coração de seus servos, para manifestar estes meus sinais no meio deles, (Exo 10:1)

Os dias da libertação estavam chegando... No último juízo, Deus havia ferido a Terra do Egito com granizo como nunca antes na história e então todos viram que a cevada que estava para ser colhida foi destruída juntamente com o linho, pois já estavam na espiga. Este fenômeno chama-se AVIV - Palavra para Primavera em hebraico, época em que a Cevada está amarelada e quebradiça na espiga.  A primeira Lua Nova que aparecer no Céu quando este fenômeno é notado, marca o início do mês em que Deus tirou o seu povo do Egito e da Casa da servidão. Na próxima Luz Cheia seria o Pêssach, noite em que todos os primogênitos do Egito seriam feridos.

4 Palavras de Redenção foram pronunciadas por Deus para O Seu povo:

"Portanto, dize aos filhos de Israel: eu sou o SENHOR, e vos tirarei de debaixo das cargas do Egito, e vos livrarei da sua servidão, e vos resgatarei com braço estendido e com grandes manifestações de julgamento. Tomar-vos-ei por meu povo e serei vosso Deus; e sabereis que eu sou o SENHOR, vosso Deus, que vos tiro de debaixo das cargas do Egito." - Êxodo: 6: 6 e 7

  1. O jugo dos egípcios seria tirado de sobre o povo de Deus;
  2. A Escravidão acabaria;
  3. Deus faria isso com Poder e com grandes manifestações de Juízo;
  4. Deus tomaria o hebreus para ser o Seu Povo e O Eterno seria O Seu Único Deus.


Quando lemos toda a história do Êxodo e descobrimos que foi Deus quem endureceu o coração do Faraó para que ele não deixasse os filhos de Israel sair de suas cidades, entendemos que a dureza de dias cada vez mais difíceis, lutas, dias confusos e de trevas, que nos faz pensar que Deus se esqueceu de nós e não está ouvindo as nossas orações, são tempos em que os Juízos de Deus que são insondáveis e os caminhos do Eterno que são inescrutáveis estão simplesmente se manifestando.

"MIKAMORRA BAELIM ADONAI?" (Quem é como o Nosso ETERNO entre os deuses?)

Em tempos assim, um fato que se viu no Egito, pode muito bem ser percebido inúmeras vezes em nossas vidas, quando Deus está para completar a Sua Boa Obra em nós: 

O Faraó não conseguindo mais sustentar o seu domínio através do poder da Religião; Não podendo mais se sustentar com seu poderio financeiro, bélico, intelectual, ou mesmo através de suas ameaças. Enfim, não podendo mais resistir à situação caótica que o Egito se encontrava quando os próprios generais do Faraó (aqueles líderes mais chegados) diziam a ele: "O EGITO ESTÁ ARRUINADO (FALIDO!)" 

A destruição do sistema do Mundo, do Poderio de Satanás já é um fato. Porém Satanás não vai aceitar a derrota e o "Pai da Mentira", vai continuar dissimulando, para se possível enganar até os eleitos de Deus.

O Faraó então vai tentar NEGOCIAR, como se ele ainda estivesse como dono da situação. 

NÃO HÁ CONVERSA PACTO, DIÁLOGO, TRÉGUA, ACORDO com SATANÁS! Basta!

A Palavra de Deus declara que pela Multidão do seu comércio, foi que Satanás caiu, manifestando sua Iniquidade. 

O boneco de Satanás, o Faraó, ofereceu algumas possibilidades para o povo de Deus. Ele aparentemente abre mão, para que o povo hebreu pudesse sair do Egito para servir a Deus.

Sorrateiramente como a Serpente que enganou a Eva no Jardim, O Faraó começou a argumentar maliciosamente. Ele perguntou coisas não objetivando respostas, pois ele já as tinha, ele queria gerar pensamentos, dúvidas, que levasse o povo de Deus e os líderes que O Eterno levantou, para que tomassem caminhos paralelos, daquele estabelecido por Deus. 

O que Deus faz? Os juízos continuam! Logo vieram os gafanhotos e depois as Trevas.... Em Goshem (onde estavam os hebreus) havia Luz, mas, no Egito trevas. Diz a tradição judaica que mesmo a luz das candeias dos egípcios não conseguiam emitir luz, diante da densidade das trevas...

O Faraó propôs então, que Moisés deixasse o Egito de uma vez por todas, que levasse todos os seus, mas, que os rebanhos dos hebreus deveriam ficar. Parece uma oportunidade única! Vocês querem o seu povo livre, seus filhos, as crianças de Israel livres ou estão preocupadas com as finanças, com os recursos? Parece uma proposta tentadora demais! Teremos perdas (poderiam pensar os hebreus), mas, sairemos com o nosso maior bem que são as vidas...

É neste momento emocionante que a lição de MOSHE RABEINU (Moisés, o nosso mestre), deveria para sempre nos instruir: "EU NÃO VOU NEGOCIAR COM FARAÓ! Nós não temos nada com o Inferno e o Inferno não tem nada "NO" ou "DO" povo de DEUS!

"Olha aqui, ô Faraó dos Infernos! Nem uma unha ficará! Nós vamos para o deserto ADORAR O ETERNO, e não sabemos o que Ele nos pedirá, para que sacrifiquemos... Ah, você e o Egito ainda vão ter de nos dar recursos e animais para que possamos sacrificar ao Nosso DEUS!!!!" A L E L U I A!!!!!!

Se o Faraó quis um "Fifty-Fifty", Moisés lhe respondeu: - "Agora eu quero coisas que até agora eu não tinha pedido!"

Quando Satanás tenta negociar é porque Ele está manifestando sua derrocada. Não é hora de abrir mão de coisa alguma. Não há misericórdia contra as Trevas. Agora Ele terá de cair!

Nesta Palavra forte e convicta de Moisés, tudo o que seria usado para O MISHKAN (o Santuário que seria construído no deserto), estava sendo liberado, para que o povo de Deus adorasse ao Eterno como pessoas livres e prósperas. Moisés entendeu que: 

"os ímpios entesouram para os que servem ao Eterno".


A MORTE DOS PRIMOGÊNITOS


Há um texto na Bíblia de difícil compreensão, que narra uma  guerra de três reis que se aliam contra o rei dos Moabitas e que estavam por alcançar seu objetivo e destruir totalmente aquele rei e sua cidade, mas, de repente, sem qualquer explicação, a batalha já ganha, foi abandonada por aqueles que já tinham a vitória em suas mãos. A pergunta que se faz é: Que poder? Que força é essa que o rei conseguiu desatar para fazer com que aquela batalha já perdida virasse a seu favor para que ele saísse ileso? Vejamos o que a Bíblia nos diz:

"Vendo o rei dos moabitas que a peleja prevalecia contra ele, tomou consigo setecentos homens que arrancavam da espada, para romperem contra o rei de Edom; porém não puderam. Então tomou a seu filho primogênito, que havia de reinar em seu lugar, e o ofereceu em holocausto sobre o muro, pelo que houve grande indignação em Israel; por isso retiraram-se dele, e voltaram para a sua terra." (2 Re. 3:26-27)

Depois de enviar sua guarda particular (certamente composta dos seus magos, feiticeiros e bruxos), para um ataque suicída, ao que foram totalmente derrotados e mortos, o rei de Moabe tomou o seu FILHO PRIMOGÊNITO, E O SACRIFICOU E O QUEIMOU TOTALMENTE NUM HOLOCAUSTO. Isso fez a guera parar!

Que poder é esse que o Sacrifício de um Primogênito desata?

Aqui no Brasil, qualquer pessoa que já ouviu falar sobre os ritos praticados por religiões de origem africanas, ou de macabros ritos satânicos que se praticam em muitos lugares do mundo, sabe que quando alguém quer PODER do mundo espiritual, o consegue através de sacrifícios de sangue...

A pergunta é: Quem ensinou para Satanás e para o Mundo espiritual da Maldade estas coisas? Como e com quem, Satanás aprendeu que o derramamento de sangue desata PODER?

A RESPOSTA É ÓBVIA: Satanás aprendeu todas estas coisas com o nosso Deus!!!!!

"sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver, que por tradição recebestes dos vossos pais, mas com precioso sangue, como de um cordeiro sem defeito e sem mancha, o sangue de Cristo, o qual, na verdade, foi conhecido ainda antes da fundação do mundo, mas manifesto no fim dos tempos por amor de vós,"  - (1Pe 1:18-20)

O Sacrifício feito por Deus, em Cristo, antes da Fundação do Mundo!

Quando nas trevas se almeja conseguir algo do Mundo espiritual da Maldade, a maneira de se conseguir isso é com sacrifícios. Uma pombinha, por exemplo. Se o objetivo desejado não é alcançado se sacrifica uma galinha... Se não, um gato, um bode, se ainda não, um bezerro, um boi... se ainda não, ou se quer algo maior, uma virgem... Há coisas que os próprios sacerdotes das trevas se comprometem e acabam mortos ou se suicidando, achando que o poder liberado, lhes garantirá algo, depois de suas mortes... Mas, o sacrifício que mais desata poder no Mundo Espiritual é O SACRIFÍCIO DE UM FILHO PRIMOGÊNITO...

O Ataque suicída, dos bruxos, naquele exército de 700 homens foi um fracasso, o poder necessário para reverter aquele fim trágico, não foi conseguido, e então o rei dos Moabitas, sacrifica o seu filho primogênito à Satanás, para adquirir poder para salvar-lhe ali a vida...

NO EGITO, O Nosso Deus toma a iniciativa!

Satanás aprendeu com O Eterno que o derramar de Sangue desata poder, mas, no Egito, O Eterno, não quis dar trabalho ao Diabo. 

Imagino uma conversa mais ou menos assim: "Satanás, você aprendeu comigo, com a entrega do meu próprio Filho, que com o derramanento de Sangue se desata poder, não é? Então vamos fazer o seguinte: vamos ver quem tem mais poder? Qual o sacrifício que mais desata poder?... O Sacrifício de todos os primogênitos do Egito ou O SACRIFÍCIO DO MEU PRIMOGÊNITO? Vamos ver? 

Mas, Eu não vou te dar trabalho desta vez, deixa que Eu mesmo mato cada um dos primogênitos do Egito, dos homens e dos animais, e vamos ver, qual sangue derramado tem mais poder? O Sangue dos primogênitos do Egito, ou O SANGUE PRECIOSO DO MEU FILHO JESUS, O MEU MASHIACH!!!!!

Pois séculos depois da noite em que cada uma das famílias dos hebreus fecharam-se em suas casas, depois de terem sacrificado um cordeiro macho de um ano, sem defeitos, e de terem assado a carne do cordeiro e de o terem comido com ervas amargas, com Matzam (pães sem fermento). Noite em que Deus livrou o seu povo do Egito e do poder de Faraó, agora já há séculos habitando na Terra Prometida...

Enquanto as famílias se reuniam para celebrar O PÊSSACH, Yeshua estava morto e tinha sido sepultado perto do Monte da Caveira, local em que fora crucificado.

Ainda cheio de vigor, YESHUA bradou naquela tarde: PAI! Está consumado, a Ti entrego o meu espírito... 

Uma pessoa que viu isso, (O Centurião Romano), se prostrou e começou a bater no peito declarando: Verdadeiramente este homem era o Filho de Deus... Ele viu! 

Que ninguém tirou a Vida de Yeshua, Ele mesmo a ofereceu ao Pai, por amor de nós! Os ladrões que estavam do seu lado tiveram suas pernas quebradas para que a morte deles fosse apressada, mas, Yeshua por estar imóvel, parecendo morto, foi transpassado por uma lança, e de seu lado saiu água e sangue, provando que já havia se entregue à Morte, por Amor de nós todos!

Pois FOI ESTE SANGUE, não o sangue dos cordeirinhos que foram mortos no Egito, ESTE SANGUE! O SANGUE DERRAMADO ANTES DA FUNDAÇÃO DO MUNDO! O Sangue que abriu um ALTO E VIVO CAMINHO ATÉ O PAI, CRIADOR DOS CÉUS E DA TERRA... Este Sangue precioso nos comprou, cobriu os nossos pecados, limpou toda a nossa iniquidade.

Os sacrifícios todos, apontavam para este: O SACRIFÍCIO PERFEITO PARA O NOSSO DEUS!

"Sem derramamento de sangue não há remissão de pecados!" e
"O Salário do pecado é a morte". Estas verdades apontam a razão de tão grande Sacrifício, de tanto sofrimento. Como Deus, permitiu isso? Não, Ele não permitiu, Ele planejou tudo isso, para que esta tão grande Injustiça, nos transformasse em Justificados diante Dele, nós que humilhados e gratos, recebemos tão Grande Salvação, totalmente imerecida por nós.

YESHUA NÃO PODIA MORRER! ELE NUNCA PECOU!

QUANDO YESHUA se entregou, se existia alguma engrenagem no Universo, por conta da Lei do Pecado, ela foi despedaçada!!!!

Como um Justo morrer? Os que pecaram é que deveriam morrer!

Os sacrifícios praticados pelos judeus em todos os séculos, no BEIT HAMIKDASH, NO MISHKAN, (no Templo e no Tabernáculo) apenas apontavam para O SACRIFÍCIO PERFEITO PARA O NOSSO DEUS...

Quando Deus estabeleceu a celebração de PÊSSACH, o único rito requerido foi: Comer a carne de um cordeiro ou cabrito, assado no fogo, com ervas amargas e matsot, em todas as gerações, em todas as habitações dos descendentes daqueles que foram livres do Egito e da Casa da Servidão...

A Torah não fala em tomar Vinho...
Hoje no SEDER DE PÊSSACH, tomamos 4 cálices de Vinho... Porque?

Pelas 4 Palavras redentivas, que O Nosso Deus proclamou...

Na noite em que Yeshua foi traido, ele tomou os 4 cálices com seus discípulos. Só conseguimos ver na narrativa de Lucas, dois dos Cálices... Um em que Ele diz: Recebei e Reparti... e então aquele cálice que Ele declara que não mais beberia, até AQUELE GLORIOSO DIA, em que estaremos com O ETERNO, DIANTE DE SEU TRONO DE GLÓRIA E MAJESTADE...

Estas coisas todas me fazem sonhar....

Leia a Palavra, conheça mais a Deus, se prepare para Aquele Grande Dia, pense nas coisas lá do Alto... 

Ame a Vinda do Senhor!


KI MITZION TETZSEH TORAH
U´DEVAR ADONAI MIYERUSHALAIM!
(Porque de Sião sairá a Lei e a Palavra do Eterno de Jerusalém!)


Paulo de Tarso, Apóstolo
Igreja Apostólica Betlehem