quarta-feira, 6 de julho de 2016

A MINHA VISÃO DE MUNDO



Qual é a sua visão de mundo? Como você enxerga o mundo que te cerca? Como você influencia pessoas com a maneira que você interpreta o mundo? 

Eu sou um cristão, filho e neto de ministros do Evangelho de Jesus Cristo; fui chamado por Deus para  esta tarefa. Minha maneira de ver o mundo é pautada, direcionada, influenciada, envolta, mergulhada, cuidadosamente forjada pela Bíblia Sagrada, por minha absoluta fé de que as Escrituras são a mais extraordinária maneira do Criador do Universo comunicar-se com os seres humanos, criados à Sua Imagem e conforme a Sua Semelhança. Toda a minha vida e meus planos para a eternidade estão firmados nisso. Deus existe e premia os que os que O buscam. Não há outra coroa mais desejável do que esta! ELE!

Hoje sou pai de uma garotinha de quase 10 e de um meninão de quase 6. Estou saindo de viagem para participar das celebrações do Bicentenário da Argentina. Logo da Argentina? Alguém deve se perguntar. Vai fazer o que lá? Celebrar o que? 

Os Libertadores da América, tinham um objetivo de juntar as nações libertas de Espanha, mas, houve uma fragmentação grande entre os de fala espanhola e o Tratado de Tordesilhas, já era uma separação bastante significativa entre os brasileiros e os demais, e foi assim em toda a nossa história. Pelejamos e deixamos o Paraguay sem homens; pela Terra do Fogo ainda se olham torto os argentinos e chilenos; a Venezuela e Colômbia lutam por mais evidência e todos se odeiam por causa do futebol.

Tudo é uma visão de mundo. E eu vejo de forma diferente! Vejo que somos parecidos, não iguais! Logo nos completamos! Não dá pra falar em inglês com um latino, é necessário nos esforçar, porque com um pouco de esforço percebemos que falamos parecido, e sofremos de lutas semelhantes, e temos sonhos e projetos de vida muito próximos...

Hoje não dormi! No início da última noite, minha esposa achou o maravilhoso filme: "A garota que roubava livros", filme que nós dois já assistimos anos atrás, mas, bastou, as primeiras cenas, para pela primeira vez em sua vida, minha filha se sentir atraída por um filme adulto. O que a atraiu? Certamente a temática JUDAICA.

Ela pensa em sua irmã de coração Bruna Emunah, ela pensa em seus sobrinhos Ariel e Jonatan (que ainda não conheceu), ela pensa em dois meninos gêmeos (judeus), que visitaram nossa congregação neste final de semana, o Samuel e o Grabriel Schucman, e ela pensa em Deus, porque seus heróis todos são judeus: José, David, Daniel, Ester e Jesus! Jesus é de outra categoria, Ele é Deus. Mas, Ele é judeu. Como não amar os judeus?
Como não defender o povo da Nádia? E entre todas estas informações que formam uma maneira de ver o mundo, percebi minha filha (e depois também o meu filho), se interessando pelo filme e pelas cenas... Que emoção quando ela tira um livro queimando de entre o SHOA de Livros, e esconde entre sua roupa... Que prazer em contar para ela que recentemente fui fotografado com uma Torah nas mãos que é também uma sobrevivente da II Guerra Mundial, tendo sido achado sob escombros de uma sinagoga destruída na Alemanha nazista... Minha filha vibrou, entendendo que aquela menina enquanto salvava um livro salvava também a sanidade de uma geração perdida pela loucura, maldade e  perversão de pessoas como aquelas que se achavam melhores do que outras... Ela salvou também a vida de um rapaz judeu: O MAX. E ele a salvou com as letras e com uma visão de mundo... Uma visão de que vale à pena se arriscar pelo que é bom, justo, certo...

O Filme acabou, precisava arrumar minhas malas e lá foram os dois comigo... Já estavam com saudades! Como viajar no início das férias das crianças? Para que? A Tikva (ESPERANÇA), minha filha, em certo momento disse: - "Papai não sei mais do que podemos falar..." Meu Deus, eu achei que isso era impossível! Quantas descobertas num dia só! Percebi que estava ali, não para falar algo, mas, para e por estar... Por minha causa, para me fazer companhia, pra me ouvir, para ser vista... Neste tempo falamos mais sobre tudo, e também sobre os judeus, sobre os livros, sobre vida... Meu filho queria brincar, me ajudaram com as malas, me ajudaram a me sentir amado, e a me sentir muito importante.

Assistimos O Masterchef juntos, jogamos video game, quase às duas da manhã sobre protestos os pus na cama e cantei em hebraico e português, as mesmas músicas que cantava quando estavam ainda no ventre da Karla. Eles dormem ao me ouvir cantar, eles pedem para que eu conte histórias e cante para eles. Eles pedem mais para eu cantar do que para contar histórias...

Eles ficaram impactados com o fato da menina não ter morrido e vivido bastante e se tornado uma contadora de histórias... Na verdade é isso que eu me tornei... Faço cantando, faço pregando, faço vivendo... Conto histórias... Histórias de pessoas... Gosto de Biografias, ou de romances que poderiam de fato ter existido...

É a segundo vez que escrevo sobre este filme. A primeira vez com respeito da Bruna minha filha, desta vez sobre a minha pequena Tikva. E assim vou compartilhando a minha maneira de ver o mundo. Minhas expectativas sobre o futuro... O Futuro é Cristo... Na verdade O ETERNO!

Em 2022 O Brasil olhará para o bairro do Ipiranga, onde está a nossa igreja e onde eu moro. De lá se ouviu um som que proclamou  "Independência e Morte". Pois eu creio que do mesmo lugar se ouvirá um novo som: "Ouviram do Ipiranga?" JESUS É O SENHOR DO BRASIL!

O que vou fazer na Argentina, ver... ouvir... aprender... orar... crer... sonhar... gerar... escrever... projetar... vou participar. Vou me alegrar com um tempo novo que já começou não nos nossos rivais, nos nossos irmãos. 

O Livro "Mein Kampf" de Hitler, foi todo pintado de branco e um diário, O Diário da menina que roubava livros foi escrito nele... Esta é a obra de Cristo na vida de uma pessoa. Não importa como este livro tenha sido escrito com maldade e trevas, uma vida pode ser transformada e uma linda história pode ser sobrescrita... ESSA É A MINHA VISÃO DE MUNDO...

CRISTO EM NÓS ESPERANÇA DE GLÓRIA!!!

Paulo de Tarso, Apóstolo
Igreja Apostólica Betlehem