segunda-feira, 5 de agosto de 2013

RESTITUIÇÃO



Então disse o Senhor a Moisés: Lavra duas tábuas de pedra, como as primeiras; e eu escreverei nelas as palavras que estavam nas primeiras tábuas, que tu quebraste. Prepara-te para amanhã, e pela manhã sobe ao monte Sinai, e apresenta-te a mim ali no cume do monte. (Exo 34:1-2)

No primeiro dia do Sexto mês, Moisés sobe ao monte Sinai, com duas tábuas de pedra que ele mesmo teve de esculpir, para que novamente Deus pudesse escrever as 10 Palavras (10 Mandamentos).
Neste ano de 2013 (quando escrevo este artigo), esta data será no dia 07 de Agosto, uma quarta-feira. E esta data tem coincidido com um momento muito especial do favor de Deus em diversas áreas de minha vida, de nossa igreja, e percebo também da Igreja de Cristo no Brasil.
Este fato narrado na Bíblia, fala de uma nova oportunidade dada ao povo de Deus, que havia se prostituído com o Bezerro de Ouro, e que arrependera-se. Neste momento, Deus já havia destacado os levitas, para que fossem a porção peculiar do Eterno, já que foram os únicos a não se prostituirem com aquela idolatria detestável. 
No momento desta nova oportunidade dada a todos, alguns papéis já estão definidos: Alguns serão os protagonistas porque tiveram Zelo por Deus, porque guardaram a Palavra, porque andaram com temor diante de Deus. Outros, serão alcançados pela Bondade de Deus, por Sua Misericórdia e Graça. Alguém terá de se esforçar para que esta nova oportunidade se dê. Não deve ser fácil esculpir tábuas de Pedra...

O trabalho de Moisés, fala da disposição que deve haver nos Ministros de Deus, para a Nova Porta de Oportunidades que está se abrindo para o povo. Alguém tem de se esforçar, porque é sabido: "A RESTAURAÇÃO É MUITO MAIS PENOSA DO QUE A EDIFICAÇÃO".

Nosso trabalho no Eterno não é vão, e temos que voltar a crer que Deus premia aqueles que O buscam. Muitos, incontáveis pessoas, serão alcançadas não sem o esforço (tipificado em Moisés), e sem o zêlo (tipificado pelos Levitas), mas, sobre eles estará o Estandarte de Deus que é O Amor. E não é isso que é ser cristão? Ser a reprodução do Cristo, d´Aquele que se entregou por Amor dos pecadores sendo Santo. Aquele que foi moído, transpassado, mas, que verá o fruto do seu penoso trabalho?

Em tempos de oportunidade; em tempos de uma nova chance; em tempos de REAVIVAMENTO; em tempos de Restauração de todas as coisas, precisamos todos entrar pela PORTA QUE NOS ESTÁ SENDO ABERTA!

No Congresso de Batalha Espiritual do Ágape Reconciliação, ministério dirigido pela Apóstola Neuza Itioka, no ano de 2013, dois ministros convidados tocaram no mesmo ponto que quero frisar aqui:

A restituição da Herança; A Liberação do que estava retido; uma nova oportunidade que se abria diante de nós.

Um deles o Ap. Chuck Pierce, exemplificou o que ministrava, contando sobre um sinal que Deus lhe deu, acerca de algumas fotografias de sua família que há 14 anos ele e sua esposa não tinham mais notícias. Recentemente o proprietário de um veículo, achou atrás do banco do passageiro, um envelope, que continha as fotos e depois de se esforçar para achar o proprietário, fez com que as fotos voltasse para as mãos de seus donos, e Deus falou com aquele casal de restituição de coisas muito preciosas em sua família.
No mesmo congresso, o Ap. Coraiola, de Palmas - TO, nos contou sobre a tristeza de sua mamãe, que ao falecer não pode deixar herança para os filhos, mas, que tomando posse do romper de cadeias geracionais, ele e sua esposa entravam num tempo de restituição e que deixariam herança a seus filhos, e de repente, a surpresa! Eles foram procurados para receberem uma herança que estava retida há muito, muito tempo, mas, que neste tempo lhes chegava às mãos.

Amados, tenho também uma história pra contar a este respeito: No ano de 1926, a mãe de meu pai, no interior de São Paulo se deparava com uma crise familiar terrível. Por causa de uma briga de vizinhos, (motivada pelo desentendimento entre crianças), minha avó, foi assolada com feitiços, que fizeram com que todo o tipo de criação que havia em sua casa morresse. Se já não bastasse as galinhas, cachorros, e talvez outros animais morrerem de uma hora para outra, a minha avó, teve de ir ao cemitério sepultar 4 de seus filhos. Ela não conhecia a Jesus Cristo, e nem o Poder de Deus, e sua vida era uma desgraça!

No ano de 1927, bateu em sua porta um homem, um cristão da Igreja Presbiteriana que falou para minha avó de Jesus Cristo, a levou a confessar Jesus como Senhor de sua vida, e lhe deu de presente a sua Bíblia. Neste mesmo ano minha avó ficou grávida de meu pai, que nasceu em 11 de Janeiro de 1928, um Ano de Redenção na família FERNANDES.

Seu marido, o meu avô, deixou a idolatria no seu leito de morte e entregou-se a Jesus Cristo. Toda a família Fernandes foi alcançada pelo amor de Deus, e minha avó anos depois, foi encontrada morta em seu quarto, ajoelhada, diante do Seu Único e Suficiente Deus. Quando estava orando numa noite, O Seu Amado Jesus Cristo, achou de recolhê-la, num momento de intimidade, e talvez num momento em que clamava para que nenhum dos seus se perdesse.

Aquela Bíblia que foi sua companheira durante o resto de sua vida, passou a ser usada por sua filha mais velha, para nós a Tia Nena, que era sem dúvidas a mais amada de todos. Depois de sua morte, aquela Bíblia, veio para as mãos de meu pai, o filho da Promessa, e então com seu falecimento em 2001, ficou com minha irmã mais velha, Lídia, a Vendedora de Púrpura. 
Neste final de semana minha irmã, que reside em Brasília, veio a São Paulo, para ser consagrada ao Ministério Pastoral, e me trouxe um presente muito importante: a Bíblia em cujas páginas continha a Vida de Jesus Cristo de Nazaré e que foi a responsável pela transformação de uma família inteira...

Como é bom poder orar hoje e dizer: Deus dos meus pais; Deus de meus avós, Deus da minha casa, Deus dos meus filhos! Somos uma Casa Sacerdotal, chamados ao Ministério de Cristo, já por gerações, e esta herança deixo aos meus filhos, que cuidadosamente foram gerados por Deus nesta casa.

"Eis-me aqui, com os filhos que O Eterno me deu. Somos sinais e maravilhas do Deus de Israel, que habita no Monte Tzion" 

TEMPO DE RESTITUIÇÃO; TEMPO NOVAS OPORTUNIDADES; TEMPO DE RESGATE DO QUE SE TINHA PERDIDO; TEMPO DE RETOMAR O QUE ESTAVA PARADO; TEMPO DE ENTRAR NA POSSE DA HERANÇA; TEMPO DE CONCLUIR O QUE SE TINHA COMEÇADO... 

TEMPO DE RENOVAÇÃO ESPIRITUAL... Não fruto do esforço humano, ou da consagração de uns ou de outros... Mas, fruto do FAVOR DE DEUS sobre nossas vidas, que certamente encontrou pessoas, que jamais desistiram, que jamais deixaram de orar e clamar, e confiar que viveriam o suficiente para ver cumprida a Promessa de Deus: "De sua Fé, os Justos viverão". Aleluia! 

A mulher que está para dar à Luz, se angustia, mas, depois que a criança lhe vêm aos braços, ela não se lembra mais da angústia! 

Em todas as comunidades judaicas do Mundo, desde o 1º dia do Sexto mês, o Shofar é tocado, preparando o povo, para que saibam que logo virá um tempo de Angústia, um tempo de juízo, profetizado por Joel. O primeiro dia do 7º Mês, o Dia do Toque do Shofar, erroneamente chamado de ROSH HASHANÁ, (O início do ano), é uma época em que as pessoas são despertadas para buscar a Deus. Joel diz: "Toquem a Trombeta", para que os sacerdotes, os homens e mulheres, até as crianças e os noivos, todos, Jejuem e orem, se humilhem diante de Deus, e rasguem não as vestes mas, os corações Diante do Pai, para que nos lugar do Juízo O Eterno nos deixe a Sua Benção, para que o deserto reverdeça , para que a VIDEIRA e a FIGUEIRA, juntas dêem a sua força; para que os montes transbordem de vinho novo e de azeite e para que as eiras todas se encham de trigo; Para o maior derramar do Espírito Santo que este Mundo já viu, para que as Últimas Chuvas caiam preparando A Colheita Final que encherá Os Céus de pessoas de todas as línguas, povos, raças, tribos e nações...

Ouçam o toque do Shofar! Mais ainda do que isso... 

Sejam vocês mesmos os Shofares que bradarão à nossa geração: 

"É Tempo de voltarmos para Deus! É tempo de voltarmos à Palavra! É tempo de sermos Cheios de Novo do Espírito Santo! É tempo de toda a nossa casa servir ao Eterno! É tempo do Brasil ser tocado pela Misericórdia de Deus. É tempo de que aquilo que eu não consegui fazer no passado; daquilo que estava retido no passado; aquilo de que eu estava impedido no passado... venha sobre mim, me alcance, venha para as minhas mãos!"

A Bíblia diz que 40 dias depois que Moisés subiu no Monte Sinai, ele desceu com as novas Tábuas da Lei, seu rosto estava iluminado, este era o Dia do YOM KIPUR, data em que anualmente O Sumo Sacerdote, entrava na Santidade das Santidades para entregar o Sangue do Sacrifício a Deus, e depois saía para abençoar o povo....

Amados, O Shofar está tocando! Tempo de buscar a Deus como nos dias antigos! 

Jesus, O Sumo Sacerdote da nossa fé, entrou no Tabernáculo Eterno (não feito por mãos humanas), para entregar o seu próprio Sangue diante do Pai, com o qual nos comprou...

Certamente Ele voltará para nós, seu povo, para ser Ele a Bênção de Deus entre nós. Voltará para Reinar, para que O Tempo da Restauração de todas as coisas se cumpra. Para que o mal seja destruído; Para que O Reino de Deus, se manifeste aqui na Terra; Para que O Shabat do Eterno venha sobre nós.

M A R A N A T A ! ! ! ! ! ! 
VEM O SENHOR!


Paulo de Tarso, Apóstolo
Igreja Apostólica Betlehem