quinta-feira, 14 de março de 2013

O Engano da Prostituta




Quem lê entenda...


"Filho meu, atende à minha sabedoria; inclina teu ouvido à minha prudência; para que observes a discrição, e os teus lábios guardem o conhecimento. Porque os lábios da mulher imoral (estranha, prostituta) destilam mel, e a sua boca é mais macia do que o azeite;...E por que, filho meu, andarias atraído pela mulher prostituta, e abraçarias o seio da adúltera? Porque os caminhos do homem estão diante dos olhos do Senhor, o qual observa todas as suas veredas. Quanto ao ímpio, as suas próprias iniquidades o prenderão, e pelas cordas do seu pecado será detido." (Pro 5:1-3 e 20-22)

A mulher prostituta, se veste de finas vestes, tem gestos bem pensados, há nela a pompa das estórias e  fantasias; os que por ela se atraem, querem algo que no ideal é perfeito.
Diferente da esposa com quem divide lutas e com quem peleja para poder ser uma só carne, a prostituta se mostra perfeita, poderosa, ostenta riqueza, e demonstra interesse e só o tolo acredita em suas mentiras. Tudo é engano, tudo são máscaras, tudo é falso, tudo está preparado para o cortejo fúnebre.

A mulher da mocidade cobra posições porque quer ver o caráter de seu amado mudado, a mulher prostituta, o elogia, porque quer apenas comprar-lhe a alma e o levá-lo ao inferno.

A mulher da mocidade com os anos parece que perde a beleza e o interesse parece que se esvai, mas, a mulher prostituta sempre se mostra misteriosa e pronta para as muitas prostituições, todo tipo de pensamento lascivo pode ser realizado, porque o alvo não é o relacionamento, é a escravidão. "Faça o que acha conveniente, deleite-se à seu bel prazer, porque na verdade não é você quem está pagando pelo teu prazer, sou eu (Diz a prostituta), que com minha prostituição estou pagando pela tua alma".

Não filho meu não se deixe levar pelas palavras mansas, pelas cores e pelo espetáculo. Não se deixe levar pelo personagem, porque ela se comportará, não segundo a vontade do cliente, mas, segundo o desejo do seu coração. Não é ela a dominada pelo preço, é quem lhe paga que é dominado pelo engano. 

Não se deixe seduzir pelas multidões que a seguem, querendo prostituir-se com ela, lembre-se das minhas palavras, lembre-se das feridas feitas com fidelidade, porque foram feitas por quem ama, e para que a verdade fosse manifestada.

Não é bonito, não há cura para ela, não há arrependimento para o seu desejo de sangue e para o engano de sua prostituição. Saia do meio dela, fuja de seus apelos sensuais, sua amizade não é pura, seus valores não estão firmados no ensino dos nossos pais, volte para a mulher da tua mocidade.

"Enganosa é a graça, e vã é a formosura; mas a mulher que teme ao Senhor, essa será louvada." Pro 31:30

Estamos em dias em a prostituta há de sujar-se ainda mais, enquanto a noiva há de santificar-se ainda mais. 

Em pouco tempo, as relações infâmes, serão mundialmente aceitas; o abuso dos inocentes não será julgado, pelo contrário, será incentivado pela omissão de socorro; o cuidado com os pobres e necessitados, será incentivado e não como Cristo nos ordenou por AMOR.

A pseudo atenção aos pobres, seguirá a linha de pensamento dos revolucionários de esquerda: Se dominarmos as massas, elas nos manterão no poder... 

Não se deixe enganar, não se deixe seduzir, não se prostitua, não ouça a sua doce voz; não se deixe seduzir por suas palavras lisonjeiras; não há paz, não se pode misturar a água com o azeite; não há paz entre a luz e as trevas...

Vamos às nações, vamos praticar a Justiça, vamos cuidar por amor, mesmo sem recursos, vamos pedir pela multiplicação dos pães e dos peixinhos novamente.
Vamos defender nossas crianças, nossas mocinhas, nossos filhos. Vamos defender nossos casamentos, vamos defender nossas amizades, vamos defender a Palavra que nos chegou por meio dos Apóstolos de Cristo, e vamos amaldiçoar tudo o que foi além do que primeiro eles nos ensinaram de Cristo, como o Apóstolo dos gentios nos orientou.

Quando falarem: Há paz e segurança, lhes sobrevirá repentina destruição!

Quanto a nós, não há paz!
Não há acordo!
Não há meio termo!
Não há concordância!
Não há pauta para diálogo!

Quanto a nós há Guerra! As armas de nossa milícia NÃO SÃO CARNAIS; SÃO PODEROSAS EM DEUS!

De volta às Armas!

Salvação como um capacete, guardando nossas mentes!
Justiça como uma couraça, guardando o nosso Coração!
Verdade como um cinto como base de nossas atitudes!
Evangelho da Paz, como um calçado revestindo nossos pés que onde pisarem anunciarão: O REINO DO NOSSO DEUS E DO SEU CRISTO chegou neste lugar!
A Fé, como um escudo, a apagar toda artimanha, toda mentira, todo pensamento altivo, todo engano do Diabo e,...
A Palavra de Deus como uma espada de dois gumes, que sairá da nossa boca pra ferir de morte, todo engano e altivez contra a Verdade manifesta a nós através de Jesus Cristo de Nazaré.

Que O SAR SHALOM, O Príncipe da Paz;
Que O SENHOR  DOS EXÉRCITOS,
Que O PODEROSO DE JACÓ, 
Que O PRÍNCIPE DOS EXÉRCITOS DO SENHOR, 

Nos guarde, nos dirija, nos leve pelas veredas da Justiça, porque amamos O Seu Nome.

Shalom,


Paulo de Tarso, Apóstolo