quarta-feira, 14 de março de 2012

Ester - É a hora de brilhar!


Escrevi este artigo em Fevereiro de 2012, no mesmo dia do calendário judaico em que se comemora o dia da Árvore (é o 15 dia do 11º mês, chamado de Shevat, portanto a expressão mais conhecida para esta data é TU B´SHEVAT. Em Israel está muito frio ainda, estão ainda no inverno, porém é neste período em que a esperança se renova, não pelo que se vê, mas, pelo que se crê.
Eles com fé completa sabem que o inverno vai acabar e a primavera chegará com o sol, seu calor, e com os aromas e cores, o tempo de cantar está chegando, mas, já cremos nele hoje, como se já o vivêssemos.
Eu dei à minha primeira filha natural, o nome de Tikva (Esperança em hebraico), porque sou uma destas pessoas que crê, com todas as forças e com todo o coração, no Único Deus que existe, O Criador dos Céus e da Terra.

Eu quero plantar uma árvore hoje. Esta árvore é de esperança, mas, também de despertar de valentes que estão hibernando, num dos momentos mais difíceis de todos os tempos. 

Quero usar a figura da Rainha Ester, e de Mordecai, e de alguns dos fatos e personagens que marcaram esta história tão conhecida, mas, ao mesmo tempo ainda tão pouco explorada, pela Igreja (aquela que foi escolhida para casar-se com o Rei, no lugar de uma outra que era rainha, que não honrava a posição que lhe fora dada).

Quero convidar-lhes para no meio deste inverno tão rigoroso, lá no hemisfério norte (na Europa principalmente), mas, também neste inverno com tantos escândalos que a Igreja de Cristo vem sofrendo, com tantas ameaças dos Haman´s da nossa época (Khomenei e Ahmadinejad), e de uma pequena pontada, como alguém que será atacado por uma aguda dor de cálculos renais, mas, que sente um desconforto que não tem certeza bem de onde vem, mas, que se intensificará até quase ser insuportável...

Creio que assim como outrora muitos seguiam novelas, seriados, histórias em quadrinhos, muitos vão se motivar a seguirem alguns artigos que passarei a escrever sobre este assunto, e terão total liberdade de compartilharem com quem acharem necessário, da maneira que acharem conveniente, porque creio que uma árvore, é plantada por uma pessoa, mas, dará frutos para muitos.

Daqui a exatamente um mês, teremos a celebração do PURIM, prepare-se para a Guerra, e você certamente estará pronto para a Festa.




Paulo de Tarso, Apóstolo
Igreja Apostólica Betlehem