sábado, 8 de janeiro de 2011

Eu vou ser criativo em tudo!


Numa reunião de intercessão, ouvi de Deus este desafio, e como aquelas coisas que fogem da nossa compreensão, entendi que pelos dons naturais com que fomos formados por Deus (o barro que Deus deu forma, com suas próprias mãos), realizamos muitas coisas, coisas realmente maravilhosas. Não há como não reconhecer no entanto, que o pecado nos limitou muito e a percepção orgulhosa apenas do que conhecemos de forma natural, a importância que damos para o que vemos, temos, fazemos e somos , tem sido um grande freio para que possamos Voar.
Jesus, nosso Rei, e nosso Modelo, subia nos montes para fazer e nos mostrar as coisas mais maravilhosas do Universo. Foi de um monte que Ele chamou seus discípulos; Foi de um monte que Jesus viu seus discípulos em apuros e de forma criativa, inovadora, "sui generis", foi até eles... por sobre as águas; Foi num monte que Jesus recebe as visitas de Elias e Moisés (como assim?), e de lá sai obstinado para ir até Jerusalém entregar-se por amor de nós; Foi num monte que Jesus foi levantado no madeiro (se Satanás soubesse que estava sendo exposto ali à vergonha, jamais teria crucificado O Rei da Glória)... Que atitude mais inusitada, quem jamais pensaria algo assim, um morrer no lugar de todos?
Foi de um monte, onde 500 pessoas o ouviam e por Ele eram comissionadas, que Ele regressou aos Céus, lugar da Sua Habitação.
Este é um padrão de Deus: Moisés vê o Modelo celestial para edificação do Tabernáculo de cima de um monte, Elias, houve a repreensão de Deus, e a solução para seus problemas, de cima do monte. A vitória contra Amaleque, se dá quando Moisés sustentado por Arão e Hur, senta-se sobre a Rocha que está sobre o monte...
Há nestas figuras todas, um sentido profundo espiritual: Nós não somos apenas seres naturais, feitos de matéria orgânica, feitos de barro, somos também seres espirituais, e em nosso espírito O Criador do Universo, se comunica conosco.
Há uma condição sobrenatural de agirmos em todas as coisas nas quais estamos envolvidos em nossas vidas. A forma natural, através de nossa potencialidade, experiências, conhecimentos adquiridos, força física ou intelectual, e há uma outra e superior forma de realizar coisas...
A forma sobrenatural! Todos nós seres humanos, (todos nós), por sermos criados à Imagem e Semelhança do Criador, temos o poder da Criatividade em nós.
Nos conformamos demais com as coisas que dominamos, nas quais somos peritos, e se permanecermos assim, conheceremos indubitavelmente um limite. O nosso limite, e com ele a frustração, o desânimo, o cansaço, e então a nossa tendência humana será desistir, abrir mão, buscar outras áreas que dominamos... Porém, se subirmos O Monte, se buscarmos a Deus, se dermos lugar para O Espírito do Pai (em nós), se permitirmos O SOBRENATURAL...
Em tudo, em linhas de produção (há maneiras mais criativas, menos onerosas e mais breves para se realizar tarefas)... Nas disputas atléticas (há um jeito que nunca foi percebido, na forma de correr, ou de nadar, ou de pular, ou de arremessar, ou chutar, para alcançar seus alvos de maneira mais eficaz); Na vida empresarial (há um jeito de se comunicar, de realizar, de se fazer, de se maximizar, que nunca foi feito)... No ministério que desempenhamos para Deus (há muito mais além do que poderíamos pedir ou pensar, N´Aquele que nos chamou).
Se temos desempenhado coisas ótimas, com a força do nosso braço, com nossas experiências e técnicas desenvolvidas, com os talentos naturais da nossa personalidade, postura, aptidões físicas ou psiquicas, O Pai, O Criador, está nos propondo O SOBRENATURAL...
Eu serei criativo em tudo! Quer dizer: Eu vou semear, deixar morrer, entregar, abrir mão, confiar a Deus, tudo o que tenho, tudo o que sou, para colher Vida, receber o que não foi visto, para que Deus com a mesma medida que eu demonstrei confiar Nele, Ele possa confiar em mim, para me revelar coisas novas...
O Pai, nos está chamando para um ministério sobrenatural. Só há uma forma para recebermos isso, se entrarmos na dimensão SOOBRENATURAL do Coração do Pai, O CRIADOR.
Paulo de Tarso, apóstolo