sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

SHEMOT - NOMES



SHEMOT - NOMES

Êxodo 1:1 a 6:1
Isaias 27: 6 a 28 a 28: 22 e 23
Atos 7: 17 a 37


Estes são os nomes dos filhos de Israel, que entraram em Mitzraim (no Egito)... (Exo 1:1)

Quem é o principal personagem de Êxodo?

Dos Nomes, ("Shemot"), qual mais se destaca? 

São alguns versículos na Torah, na história alguns séculos... SÉCULOS? 

Pensando na história do Brasil, quando estamos nos aproximando do BICENTENÁRIO de nossa Independência de Portugal, nos deparamos com a realidade de que sabemos tão pouco sobre como era o Brasil colonial. Sabemos tão pouco sobre como de fato se deram as coisas naquele momento histórico. 

Pois, dobre este período de tempo (de duzentos para quatrocentos anos), e tente imaginar que não havia livros, televisão, faculdades, ou outros meios para se registrar as origens deste povo que estava lá... no Egito.

Hoje no Brasil, há gente de olhos puxados e pele amarelada que se diz: Brasileiro; Outros são negros e se dizem brasileiros; outros são de pele escura, mas, tem olhos puxados e se dizem Brasileiros; Outros são tão brancos, que ficam rosados por causa do sangue que corre na pele quase transparente quando correm ou ficam nervosos e se dizem Brasileiros; Outros são peludos que as sombrancelhas se juntam e parece que se originaram dos ursos, e se dizem Brasileiros... Cada uma destas etinias veio para cá, há menos tempo, muito menos tempo do que os hebreus estiveram no Egito, e não se dizem asiáticos, europeus, africanos, se dizem Brasileiros. Torcem pelo Brasil, se casam entre si, há muita discriminação e ao mesmo tempo miscigenação, mas, há algo em comum, ninguém lembra quem eram seus tetra-avós... Ninguém sabe ao certo como seus antepassados vieram para o Brasil, e muito menos como viviam nas terras de onde viveram...

Uma das brincadeiras de criança de origem mais maligna que existe... SURPREENDAM-SE COM ISSO: É... "O TELEFONE SEM FIO"... Calma! Nada contra os celulares.... Mas, a brincadeira que todos nós já fizemos de juntar uma fila de pessoas e falar para uma delas uma palavra ou frase, para que esta passe a informação para a detrás, e assim por diante até que se verifica que no final da fila, o que se disse não parece com nada com a frase que foi dita no início. Porque isso é MALIGNO?

Porque se incuca na mente de nossas crianças que é impossível que informação seja passada por muitas pessoas e se mantenha fidedigna depois de algum tempo.

Tal brincadeira deveria ser realizada como um desafio à excelência e à bravura, de se fazer o que fosse possível para que a informação fosse preservada intacta desde que foi proferida até o seu destino final... Como estamos numa guerra de culturas, vai aí mais uma sugestão de mudança!!!!

Os nomes citados no início de Êxodo, tal qual era a tradição dos antepassados, de se compartilhar as histórias antigas às gerações mais novas: cantando repetidamente, frisando nomes e situações. Preservou até à pena de MOSHÊ RABEINU (Moisés, que escreveu os 5 primeiros livros da Bíblia - a TORAH), tudo o que ocorreu desde: "BERESHIT BARÁ ELOHIM... (No Princípio criou Deus...)", até aqueles dias de sofrimento do povo, em que O Eterno ouvindo o seu clamor, levantou Moisés para libertá-los.

Os nomes dos Patriarcas, certamente tornaram-se lendários, e a longevidade que ainda era uma marca dos hebreus embora estivesse diminuindo, prendendo as pessoas todas no máximo de 120 anos, ainda permitiu que muito se perpetuasse...

Dentro das famílias dos filhos de Israel que foram para o Egito, tradicionalmente se diz que o Patriarca mais longevo foi Levi, que foi o último a morrer, tornando-se inquestionavelmente o responsável por manter toda a história e legado desde Adam (Adão) até os seus dias para instruir e fazer lembrar seus filhos dos poderosos atos do Nosso Deus, O Criador dos Céus e da Terra.

Dos filhos de Levi, vieram Guershon, Kohat e Merari (Gérson, Coate e Merari) - sendo destes três o mais longevo Kohat (Coate), e este foi pai de Amram (Anrão), que foi pai de Miriam, Aharon (Arão) e Moshe (Moisés).

O zelo para se contar o que se fez desde os dias da Criação até nós e nossos filhos, foi Zelo de Deus e sempre houve um ponto de ligação entre as gerações, com homens notáveis que pessoalmente ouviram o que O Eterno fez e tiveram zelo por compartilhar tais maravilhas com as gerações futuras assim, alguns exemplos disso foram:

Matusalém, que foi contemporâneo de Adão, o homem que foi feito pelas mãos de Deus, foi o ser humano que mais tempo viveu. Ele de seu nascimento até sua morte completou 969 anos de vida. Viveu tanto que chegou a conviver com Shem (Sem, filho de Noé), que viveu tanto tempo depois do dilúvio a ponto de ser chamado no livro de Hebreus de um homem "sem genealogia e nem princípio de dias" - Melquisedeque, pois tinha vivido um século antes do Dilúvio e viveu Cinco Séculos depois dele (Mais ou menos o tempo que transcorreu desde o descobrimento do Brasil), sendo contemporâneo de Abraão (o mesmo Melquisedeque a quem o pai Abraão entrega os seus dízimos) e Isaque, vivendo até os dias de Jacó.

Jacó que foi para o Egito e gerou não só os Patriarcas das 12 Tribos de Israel, mas também transportou e deixou o legado para eles das riquezas gloriosas que recebera de Isaque e Abraão, de Sem, Noé e Adão, a quem O Eterno fez a promessa de enviaria um para  ESMAGAR A CABEÇA DA SERPENTE!

Temos uma pergunta ainda sem resposta: Qual é o Principal Nome de SHEMOT (Título do 2º Livro da Torah que significa: Nomes), Livro que conhecemos em Português como Êxodo?

Por certo alguns dirão:  Moshe (Moisés)!

Outros se lembrarão que foi nestes tempos, coisa que está registrada neste Livro que O Eterno revelou O SEU NOME!

BENDITO SEJA O SEU GLORIOSO NOME!!!!

Deus se apresentou para Moshe, como o Deus de seus pais, O Deus de Abraão de Isaque e de Jacó, mas, revelou a Moisés O Nome que nem os Patriarcas conheceram... 

Foi Ele, O Eterno que tomou a iniciativa de chamar Moisés, para ir libertar O Seu Povo...

A história do Êxodo do Egito, no entanto, é uma figura, uma alusão, na coincidência das datas, dos símbolos e do livramento, (embora físico e literal), do que O Eterno desejou e deseja fazer com cada pessoa que tendo saído da TERRA PROMETIDA (Pois todo ser humano que nasceu nestes 6 Milênios deveria ter nascido no GAN EDEN - No Jardim do Éden), mas, como os hebreus que nasceram no Egito, desde que o ser humano foi expulso da Presença de Deus,  temos vivido neste mundo cheio de opressões e de Faraós (senhores), escravos de um sistema cruel que oprime e que ao mesmo tempo dá uma falsa impressão de que as coisas de épocas em épocas melhoram, como se dava com as Cheias do Egito que traziam a prosperidade para a Terra dos Faraós.

Para sacar um povo da Terra do Egito e levá-los à Terra Prometida, é necessário fazer primeiro com que as pessoas percebam que o Egito não é o seu lugar...

O ser humano é extrememente adaptável e esta característica que nos tem mantido vivos, também permite que nos adaptemos às piores situações e com o passar do tempo nos acostumemos a elas, e se não tivermos cuidado, as gerações vão achar que vida é isso, algo ruim, difícil, penoso, sofrido, sendo que isso está longe demais do que O Autor da Vida projetou.

Depois da morte de José e dos Patriarcas todos e daquela geração, as pessoas foram se esquecendo das histórias, das lembranças memoriais de uma Terra Prometida a Abraão, e foram vivendo no Egito, que depois que venceu a fome nos dias de José, voltou com o passar do tempo a ser a maior potência mundial de seus dias, com a maior tecnologia e poder militar que existia.

Historicamente houve uma crise com um povo chamado Hicsos, que foram expulsos do Egito para o Norte e que pode ter preciptado uma indisposição dos egipcios e de seus governantes a povos que viviam entre eles, mas, que mantinham suas próprias características.

Em algum momento os hebreus que se multiplicaram extraordinariamente na melhor região do Egito, que era a Terra de Goshen, foram escravizados e passaram a ser tratados de forma desumana e cruel, e quando as coisas começaram a piorar, certamente os Anciãos, os que guardavam as histórias e as promessas começaram a ser procurados e uma brisa de esperança começou a fluir entre eles, no meio do tormento que foi aquele período.

Tal tormento foi piorando, pois além da escravidão, da obrigação dos filhos de Israel trabalharem fazendo tijolos, num serviço pesado e muito sujo, com a multiplicação de suas famílias, o Faraó, deu ordens às parteiras que matassem os filhos homens que nascessem. 

As parteiras não fizerm isso e o Faraó ordenou que os meninos que nascessem fossem jogados no Nilo.

A crueldade e a covardia de atacar os recém nascidos é muito conhecida na história, pois a primeira promessa, a Primeira Palavra Profética da Bíblia é que viria um do Fruto da Mulher que Esmagaria a cabeça da Serpente, e a mesma coisa que fez O Faraó, fez também Herodes, na tentativa de se impedir a manifestação do MASHIACH.

Amram, filho de Coate, filho de Levi se casou com Yocheved (Joquebede), sua tia, irmã de Coate seu pai, e geraram Miriam. Este nome fala da Amargura sendo lançada fora, e talvez fale do tempo em que as coisas ficaram muito difíceis no Egito para o povo de Deus. Aharon (Arão), era três anos mais velho que Moisés e conquanto o primeiro varão desta família tenha sido livrado pela parteira, Moisés, nasceu no tempo em que os filhos dos hebreus eram jogados no Rio Nilo como sacrifício a este deus egípcio...

Deus, O Todo Poderoso, ZOMBA DE SEUS ADVERSÁRIOS e cuidadosamente levou aquele menino, que não foi escolhido pela sorte que teve, mas, foi conduzido pelo Plano Eterno do Nosso Deus, por isso nasceu nesta família, por isso nasceu nesta época, por isso, foi levado num cesto de juncos às mãos da filha de Faraó, conhecida na história como Bitiá ou Batiá.

Esta como não teve filhos naturais e não podia amamentar a MOSHE, nome que deu à criança que pode tanto significar (tirado das águas), como (Filho, em egipcío), permitiu que a criança fosse amamentada por uma das mulheres hebréias que perderam seus filhos, e a mulher que amamentou o agora "Filho da Filha do Faraó", foi Iocheved, a própria mãe de Moisés.... 

SÓ O ETERNO É DEUS!!!!

Moisés foi alfabetizado e instruído no maior centro cultural do mundo naqueles dias... Aquele que foi escolhido por Deus para escrever a Torah, precisava de características, instrução, informação, capacitação para obra que Deus queria realizar com ele. Assim vemos hoje artistas, empresários, cientistas, comunicadores, que jamais imaginam o Propósito Eterno que Deus tem com cada um deles, e este Deus Bendito, não teme enviar aqueles que Ele vai usar para se graduarem justamente nas escolas que eles vão combater, porque O Nosso Deus É O Senhor do Universo!

Depois de 40 anos, Moshe cheio de força e vigor, entendeu que era alguém destinado para acabar com aquela injustiça praticada contra o seu povo, o Filho da Filha do Faraó, se enganou, achando que poderia libertar o "SEU POVO" com a força de seus braços e ao defender um hebreu e matar um egípcio, Moisés passou a descobrir que apenas a Força do Braço do Eterno, poderia fazer com que o Povo de Israel fosse livre da escravidão do Egito. Não com política, com persusão humana e tão pouco com poder bélico, mas, pelo BRAÇO FORTE DO ETERNO. 

Moshe descobriria com o passar dos anos, que não era o "Seu povo", mas, o POVO DO ETERNO!

Moisés fugiu do Egito para não ser morto, e matriculou-se na Escola do Espírito.

Os mesmos 40 anos que ele viveu no Egito e aprendeu toda a cultura dos Faraós, seria o tempo em que ele viveria agora no Egito. Deus o conduziu até os Midianitas, descendentes de Abraão, de quem ele tomou por esposa, TZIPORAH. 

Moisés buscou abrigo com Reuel (Jetro - Sacerdote de Midiã), de quem tomou a filha Tziporah para com ela se casar... Depois de décadas cuidando dos rebanhos de seu sogro tendo já esquecido a glória que viveu no Egito e dos sonhos de ser realmente alguém especial e possível libertador de seu povo.

Um dia, MOSHE se empenhou para buscar uma ovelha desgarrada no Monte Horebe, O Monte Sinai. Não há explicações para isso, mas, CERTO DIA... Deus aparece a Moisés!

Já avançado em dias, pai de dois filhos Eliéser e Guershon, Moisés não esperava mais nada grandioso em sua vida e semelhante ao que ocorreu ao Pai Abraão e com incontáveis servos seus na história, quando alguém acha que não é mais possível, quando não dá mais, quando não há mais forças para se realizar algo grandioso, aí é que entra o Nosso Deus para dizer: Agora sim vamos começar!

O Deus que anuncia O Fim desde o Início, apareceu no meio de uma Sarça, um espinheiro, um arbusto fruto da maldição da Terra em consequência dos pecados do homem, e ali, no meio de um espinheiro (SINEH), no Monte do Espinheiro (SINAI), Deus falou com Moshe e se apresentou a ele de forma Gloriosa e Inesquecível...

Duas das mais gloriosas declarações manifestadas aos homens são pronunciadas nesta hora:

"VAIOMER ELOHIM EL-MOSHE: EHIEH ASHER EHIEH" 

E disse Deus a Moisés: "Eu Sou o que Sou"

Não no passado, não no futuro... 


O ETERNO NA ETERNIDADE!!!

"VAIOMER OD ELOHIM EL-MOSHE KO TOMAR EL-BENEI ISRAEL "יהוה" ELOHEI AVOTEICHEM ELOHEI AVRAHAM, ELOHEI ITZCHAK, ELOHEI YACOV SHELAHEINY ELEICHEM ZE SHEMI LEOLAM VEZE ZICHRY LE DOR DOR" 

"E disse então Deus a Moisés: Deves dizer aos filhos de Israel "YHWH" O Deus de seus pais, O Deus de Abraão, O Deus de Isaque e O Deus de Jacó, me enviou a vocês! ESTE É O MEU NOME ETERNO e assim devo ser lembrado de geração em geração".

MOSHE foi abençoado a ponto de ser o portador desta grande bênção, fazer conhecido O Nome do Eterno. Anunciar a todos que Ele é a resposta, a esperança, a alegria, a paz, a solução, a segurança, a provisão, a cura, a vida, a eternidade.... (quão pequeno sou e como sou limitado, para expressar a GRANDIOSIDADE DO NOSSO DEUS).... 

"EHIEH ASHER EHIEH" - 
"EU SOU O QUE SOU"

A manifestação Gloriosa do Nosso Deus se deu primeiro no coração de um homem, e este foi falar ao seu povo, e no início eles não creram... No início o Faraó zombou, e disse que não deixaria o povo de Israel sair do Egito, mas, o povo de Israel, o povo hebreu, o povo do Egito viu emergir um Reino que não vêm de forma visível... Um Reino que Deus põe dentro do coração de pessoas que vão crer e por isso vão pregar, vão anunciar, vão proclamar ao Cativo: LIBERDADE, ao Ferido: CURA; ao Perdido: SALVAÇÃO!

DE TODOS OS NOMES... O mais lindo, o mais poderoso, o mais glorioso, o mais santo, o mais digno, o mais eficaz, o mais extraordináro, o mais completo, O MAIS... é O SEU!

"Ele, porém, permaneceu calado, e nada respondeu. Tornou o sumo sacerdote a interrogá-lo, perguntando-lhe: És tu o Cristo, o Filho do Deus bendito? Respondeu Jesus: 
Eu o sou; e vereis o Filho do homem assentado à direita do Poder e vindo com as nuvens do céu." (Mar 14:61-62)

ELE É O QUE É!

Puseram sobre ele um Manto Púrpura, O crucificaram numa cruz, e em cima dela estava escrito: "Rei dos Judeus".

Coroaram YESHUA com uma coroa de espinhos, fruto da maldição  da Terra. Novamente, O ETERNO, voltou a falar com O Seu povo do meio dos espinhos, como fizera com Moisés. 
O Nosso Deus Gloriosamente falou com os seres humanos e com a Casa de Israel do meio dos espinhos... 

A Sua Palavra não mudou! É A MESMA HOJE E ETERNAMENTE!!!!

"EHIEH ASHER EHIEH" - 
"EU SOU O QUE SOU"

E AVISEM QUE EU VIM LIBERTAR O MEU POVO DA ESCRAVIDÃO E LEVÁ-LOS PARA A TERRA PROMETIDA....

Moisés mandou sacrificarem O Cordeiro, pois não havia em Moisés forças para libertar o povo da escravidão do Egito. Deus os libertou poderosamente com Braço estendido e Mão Poderosa, mas, YESHUA, Ele é O Cordeiro de Deus que tira O Pecado do Mundo, e Ele, foi suficientemente capaz de com sua entrega e morte, levar todos os nossos pecados, maldições e enfermidades, que nos separavam de Deus e nos prendiam numa vida sem esperança.

Agora pelo Seu Sangue, temos acesso ao Pai, que sacrificou Jesus, seu filho Unigênito, que transformou-se no Primogênito dentre muitos irmãos...

QUE O INÍCIO DE SHEMOT, marque o início de um tempo de Transformação em nossas vidas. Pois Deus não está no passado, não está no futuro Ele é O ETERNO. Ele criou a Eternidade e está na Eternidade! Você precisa? Nele você pode confiar!

"EHIEH ASHER EHIEH" - 

"EU SOU O QUE SOU"


KI MITZION TETZSEH TORAH
U´DEVAR ADONAI MIYERUSHALAIM!
(Porque de Sião sairá a Lei e a Palavra do Eterno de Jerusalém!)


Paulo de Tarso, Apóstolo
Igreja Apostólica Betlehem